Sociedade

Tesla processada por partilhar imagens de clientes captadas pelas câmaras dos carros. Há nudez, acidentes e agressões

A Tesla foi alvo de uma queixa colectiva por invasão de privacidade, depois de alguns funcionários terem partilhado internamente imagens sensíveis captadas por câmaras instaladas nos veículos da marca de automóveis eléctricos.

Os carros da empresa de Elon Musk estão equipados com múltiplos sensores, incluindo câmaras, para orientar as ferramentas de assistência à condução, destaca a denúncia apresentada na sexta-feira por Henry Yeh, proprietário de um Model Y, e consultada esta segunda-feira pela agência de notícias France-Presse (AFP), citada pela Lusa.

Os funcionários da Tesla têm divulgado “gravações de clientes em situações privadas e confrangedoras, como o vídeo de um homem a aproximar-se de uma viatura Tesla completamente nu, vídeos de acidentes ou agressões na estrada”, acusam os denunciantes. Também é possível apurar onde os vídeos foram feitos, possibilitando assim identificar o proprietário do veículo, ao contrário do que a empresa afirma, salienta ainda a denúncia.

Os autores da queixa, que acusam a Tesla de invasão de privacidade, violação dos direitos do consumidor, quebra de contrato e negligência, estão a pedir uma indemnização.


ÚLTIMA HORA! O seu Diário do Distrito acabou de chegar com um canal no whatsapp
Sabia que o Diário do Distrito também já está no Telegram? Subscreva o canal.
Já viu os nossos novos vídeos/reportagens em parceria com a CNN no YouTube? Inscreva-se no nosso canal!
Siga-nos na nossa página no Facebook! Veja os diretos que realizamos no seu distrito

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *