DestaqueReportagem

‘Temos na Arrábida um activo natural excepcional’

Os municípios de Palmela, Sesimbra e Setúbal apresentaram esta segunda-feira, oficialmente, a candidatura da Serra da Arrábida a Reserva da Biosfera.

A apresentação decorreu no Forte de São Filipe, em Setúbal, e contou com as outras duas entidades que participaram neste projecto, o ICNF – Instituto da Conservação da Natureza e das Florestas, e a AMRS – Associação de Municípios da Região de Setúbal. 

Este projecto de obter para a Serra da Arrábida a classificação de Reserva da Biosfera iniciou-se em 2016, num trabalho conjunto das cinco entidades, sob a coordenação da AMRS, para desenvolver e finalizar o dossiê de candidatura.

Este foi agora entregue ao Comissão Nacional da UNESCO que, após avaliação, a poderá entregar à UNESCO em Setembro deste ano, prevendo-se uma decisão final daí a um ano, em Setembro de 2025.

“Hoje é uma data que assinala um novo passo de um longo percurso, que todos fomos fazendo, e que culmina na entrega desta candidatura” referiu Sofia Martins, Secretária Geral da AMRS, que agradeceu “todo o trabalho desenvolvido pela Comissão Técnica, que tem vindo a trabalhar connosco todos estes anos”.

Como anfitrião, André Martins, presidente da autarquia de Setúbal, frisou que “este não foi um processo fácil, além de rigoroso, que foi ‘arrastado’ devido à pandemia.”

O autarca frisou a importância da classificação “das áreas protegidas, assim classificadas para gerir as intervenções entre o Homem e a Natureza, porque a Arrábida vive também da actividade humana de lazer, desporto e economia.

Este é um projecto de visão integrada para defesa do nosso território e da natureza, pela qual têm lutado os três municípios onde a Arrábida se insere, com o apoio do ICNF, numa congregação de esforços que nos permitiu chegar até este ponto.

Esperemos agora que aqueles que têm a responsabilidade no resto do processo, o façam com igual empenho.”

O Presidente do Conselho Diretivo do ICNF, Nuno Banza, depois de congratular “todos os que trabalharam, num conjunto de vontades, para um objectivo maior”, explicou o significado das Reservas de Biosfera, “uma figura que foi sendo criada paulatinamente”.

Nuno Banza referiu ainda que esta segunda-feira “é também um dia histórico, porque foi hoje aprovada a Lei do Restauro da Natureza pela União Europeia”.

Acerca da candidatura, destacou não ser esta “só mais um objectivo para mais uma figura de proteção. Mas ter o reconhecimento de Reserva da Biosfera, é um valor acrescentado, que podemos vir a estender a outros territórios do país, além de reforçar a imagem da Marca Arrábida.

É importante conseguirmos explicar a todos a importância que tem o território da Arrábida, uma área de valor elevado. Somos como que os gestores de uma carteira de activos para as futuras gerações, pela qual temos uma responsabilidade acrescida.

Por tudo isto, era uma obrigação do ICNF estar do lado destes três municípios durante o processo.”

Por sua vez, Francisco Jesus, presidente da Câmara Municipal de Sesimbra, após também deixar os agradecimentos “a todos os que estiveram envolvidos, num esforço que não foi fácil”, frisou que “a Reserva da Biosfera não irá criar mais condicionalismos do que aqueles que já foram implementados pelas três autarquias para a defesa da Arrábida.

Mas irá permitir que este activo natural excepcional, tal como todos queremos, seja para as pessoas, para o turismo, um dos grandes activos da região, mas que não podemos permitir que essas actividades danifiquem a autenticidade deste território.”

Álvaro Amaro, edil da Câmara de Palmela, deixou também uma palavra “por todo o trabalho desenvolvido pela Comissão Técnica, que culminou nesta candidatura, que irá acrescentar mais valor à marca Arrábida, num processo peculiar que garante o reforço desta marca.

Este é um eixo estratégico que vimos concretizado, que teve a participação também de agentes no território, porque a preservação do território só será garantido se este for também vivido por todos.”

Para Álvaro Amaro “este é um projecto vencedor pelo empenho e coesão que todos demonstraram na sua elaboração, pelo que todos estão de parabéns.”


ÚLTIMA HORA! O seu Diário do Distrito acabou de chegar com um canal no whatsapp
Sabia que o Diário do Distrito também já está no Telegram? Subscreva o canal.
Já viu os nossos novos vídeos/reportagens em parceria com a CNN no YouTube? Inscreva-se no nosso canal!
Siga-nos na nossa página no Facebook! Veja os diretos que realizamos no seu distrito