AtualidadeCovid-19

TAP pede autorização para repatriar 400 portugueses em voos extra de Agora e Cabo Verde

A TAP solicitou aos governos de Angola e Cabo Verde autorização para repatriar 400 portugueses através de voos ida-e-volta para Praia, em Cabo Verde, e de Luanda, em Angola, para Lisboa. As viagens o âmbito da operação de repatriamento são realizadas amanhã, dia 27 de março, transportando também carga médica e humanitária,.

“Os voos já foram colocados em sistema (subject to governamental approval), sendo que as reservas poderão ser feitas no site da TAP, www.flytap.com, ou nas agências de viagens”, diz o comunicado enviado à imprensa.

A autorização foi endereçada através do Ministério dos Negócios Estrangeiros e a companhia aérea “garante todas as condições de segurança e operacionais para a realização destes dois voos que – à semelhança dos voos extra operados pela companhia para África ao longo desta semana – estão a realizar-se em condições operacionais atípicas, motivadas pelas diversas restrições impostas por governos e autoridades”, completa a nota de imprensa.

Vale a pena recordar que Cabo Verde e Angola restringiram voos da Europa pela pandemia do coronavírus. Angola chegou mesmo a decretar estado de emergência a partir de sábado, 28 de março.


ÚLTIMA HORA! O seu Diário do Distrito acabou de chegar com um canal no whatsapp
Sabia que o Diário do Distrito também já está no Telegram? Subscreva o canal.
Já viu os nossos novos vídeos/reportagens em parceria com a CNN no YouTube? Inscreva-se no nosso canal!
Siga-nos na nossa página no Facebook! Veja os diretos que realizamos no seu distrito