MundoSociedade

Talibãs proíbem mulheres afegãs de ter acesso ao ensino universitário

As autoridades talibãs anunciaram, esta terça-feira, a proibição do ensino universitário para as mulheres do Afeganistão por período indeterminado. A informação foi divulgada por uma carta do Ministério do Ensino Superior enviada a todas as universidades do país.

“Recomenda-se que implementem a ordem de suspensão à educação das mulheres até novas ordens”, revela a carta publicada pelo ministro Neda Mohammad Nadeem.

Esta proibição de acesso ao ensino superior, chega três meses depois das mulheres realizarem as provas de acesso à universidade, em todo o país. Desde que os talibã recuperaram o controlo do Afeganistão, os estabelecimentos de ensino superior tiveram de se adaptar às novas exigências impostas pelo grupo fundamentalista islâmico, entre elas, a diferenciação de sexos nas salas de aula e o facto de os alunos só poderem ter aulas com professores idosos.

Apesar desta nova medida, o problema já se tem vindo a manifestar desde do ensino secundário, onde vários alunos são impossibilitados de o frequentar, levando a que muitos nunca cheguem sequer a entrar na faculdade.


ÚLTIMA HORA! O seu Diário do Distrito acabou de chegar com um canal no whatsapp
Sabia que o Diário do Distrito também já está no Telegram? Subscreva o canal.
Já viu os nossos novos vídeos/reportagens em parceria com a CNN no YouTube? Inscreva-se no nosso canal!
Siga-nos na nossa página no Facebook! Veja os diretos que realizamos no seu distrito