EmpresasSines

Sines | Consórcio MP2X avança com segunda fase do projeto de hidrogénio verde

A segunda fase do projeto das unidades de produção de hidrogénio e amoníaco verdes na Zona Industrial de Sines, promovida pelo consórcio internacional MadoquaPower2X (MP2X), vai entrar na segunda fase.

O consórcio internacional português, dinamarquês e neerlandês liderado pela empresa Madoqua Renewables anunciou em comunicado o investimento de mais 1.500 milhões de euros para implementar esta fase.

Na primeira, foram investidos 1.300 milhões de euros, totalizando um investimento total de 2.8 milhões de euros.

O projeto MP2X prevê ultrapassar «a capacidade de 1GW de produção de hidrogénio verde, tornando-se no maior da Europa» e, de acordo com o consórcio, «irá promover a cadeia de valor circular, baixar as emissões de CO2, diminuir a dependência de combustíveis fósseis , nomeadamente, reduzindo a importação de gás natural, potenciando de forma muito significativa o cumprimento dos objetivos nacionais e europeus, apresentados nas estratégias nacional (PNEC 2030) e europeia (REPowerEU) para a descarbonização da economia e na estratégia nacional para o Hidrogénio (EN-H2)».

Este investimento permitirá a criação de 265 postos de trabalho permanentes altamente qualificados e 6.000 postos de trabalho indiretos estabelecidos através de parcerias locais e com a academia a partir de 2025.

«O projeto de interesse nacional permite a Portugal ser pioneiro na implementação deste tipo de projetos e MP2X foi oficialmente reconhecida a 10 de maio de 2023, como parte da iniciativa ‘Vale do Hidrogénio’ liderada pela Comissão Europeia através do programa Mission Innovation and Clean Hydrogen Partnership» refere o comunicado.

O projeto inicial irá utilizar 560 megavoltamperes (MVA) para produzir anualmente 50.000 toneladas de hidrogénio e 300.000 toneladas de amoníaco verdes usando energia elétrica renovável, e o MP2X prevê a construção e operação dos parques solares e eólicos que produzirão a energia renovável dedicada à unidade industrial em Sines a implementar em várias zonas do interior.


ÚLTIMA HORA! O seu Diário do Distrito acabou de chegar com um canal no whatsapp
Sabia que o Diário do Distrito também já está no Telegram? Subscreva o canal.
Já viu os nossos novos vídeos/reportagens em parceria com a CNN no YouTube? Inscreva-se no nosso canal!
Siga-nos na nossa página no Facebook! Veja os diretos que realizamos no seu distrito