DestaqueDistrito de Setúbal

Setúbal | Lar clandestino encerrado após denúncia da senhoria

A Segurança Social encerrou um lar ilegal que operava há pouco mais de meio ano no Vale Ana Gomes, em Setúbal, segundo reportagem da SIC Notícias.

No alojamento viviam pelo menos quatro idosos que pagavam uma mensalidade a rondar os 800 euros e, além dos inquilinos, residiam ainda no imóvel a mãe da responsável do lar clandestino, a irmã e o filho.

As suspeitas partiram da senhoria da casa, que, em declarações à estação de Carnaxide, garantiu não ter conhecimento do propósito para o qual o imóvel estava a ser utilizado. A proprietária apenas conseguiu aceder ao seu interior após muita resistência da proprietária.

“Quando entro vejo botijas de oxigénio, cadeiras de rodas, cadeirinhas espalhadas. Assim que chego ao cimo da escada, olho para o escritório, que é mínimo, e vejo três camas e três velhotas. Disse, ‘meu deus, isto é um lar’”, contou Cláudia Terlim.

A senhoria denunciou o caso junto da GNR e da Segurança Social e foi nesse momento que teve conhecimento de que recaíam já outras suspeitas sobre a proprietária do lar. “Esta senhora já é conhecida. Passa a vida a saltar de casa em casa, sai quando é apanhada”, referiu.

A responsável pelo lar nega todas as acusações e assegura que cumpre as regras. Ainda assim, a Segurança Social levou a cabo uma acção de fiscalização à casa, tendo confirmado, mais tarde, que o lar era ilegal e, por isso, decretou o seu encerramento.

A SIC descobriu outro caso nas imediações, tendo-lhes sido recomendado um alojamento no Pinhal Novo.

Recorde-se que um lar clandestino nas Lagameças, em Palmela, foi encerrado em Março por falta de condições e alegados maus-tratos a idosos, sendo que cinco dos 25 utentes tiveram mesmo de ser transportados para o Hospital de São Bernardo, em Setúbal.


ÚLTIMA HORA! O seu Diário do Distrito acabou de chegar com um canal no whatsapp
Sabia que o Diário do Distrito também já está no Telegram? Subscreva o canal.
Já viu os nossos novos vídeos/reportagens em parceria com a CNN no YouTube? Inscreva-se no nosso canal!
Siga-nos na nossa página no Facebook! Veja os diretos que realizamos no seu distrito