Setúbal

Sé de Setúbal irá acolher cinzas e ossadas de sacerdotes falecidos na Diocese

O Cardeal D. Américo Aguiar anunciou hoje que a Sé de Setúbal vai preparar um espaço para acolher as cinzas e as ossadas dos sacerdotes que desejem ser sepultados ali, ou que por alguma razão não haja outro local para os receber.

O anúncio foi feito hoje, na missa exequial do Pe. Carlos Russo dos Santos, sacerdote setubalense de 62 anos falecido no passado sábado, dia 22, e é divulgado em comunicado pela Diocese de Setúbal.

«A preocupação com o acompanhamento dos sacerdotes em vida e depois da morte tem sido uma constante no tempo do Cardeal D. Américo Aguiar à frente da diocese de Setúbal.

O espaço para tal é designado de Columbário, pois pode receber não apenas as cinzas como também as ossadas dos sacerdotes anos depois do seu enterro.»

O Bispo de Setúbal mostrou-se muito preocupado com o destino dos sacerdotes falecidos na diocese. «Gostaria que aqui na nossa catedral passasse a haver um espaço para acolher os restos mortais, as cinzas ou as ossadas dos nossos sacerdotes», anunciou o prelado, que disse que já pediu ao Pe. Rui Rosmaninho, responsável pela Sé, que providenciasse esse mesmo espaço.

«A partir de agora, os sacerdotes que entenderem, que decidam dessa maneira, os seus restos mortais ficarão na Sé de Setúbal, num espaço recolhido próprio para o efeito» frisou o Cardeal, acrescentando que «acho não existir maior sinal de homenagem aos sacerdotes que acolher os seus restos mortais na nossa Sé».

Esta situação será apenas para os sacerdotes que assim exprimam a sua vontade.

O bispo de Setúbal comunicou hoje também que, «com a ajuda do Santuário do Cristo-Rei, vamos tentar encontrar um jazigo no cemitério da cidade que possa acolher os corpos dos sacerdotes falecidos, para que quando um sacerdote morre não dúvidas nem hesitações de para onde é que vai», acrescentando que «temos de encontrar um espaço digno para que possam descansar os sacerdotes da nossa diocese».


ÚLTIMA HORA! O seu Diário do Distrito acabou de chegar com um canal no whatsapp
Sabia que o Diário do Distrito também já está no Telegram? Subscreva o canal.
Já viu os nossos novos vídeos/reportagens em parceria com a CNN no YouTube? Inscreva-se no nosso canal!
Siga-nos na nossa página no Facebook! Veja os diretos que realizamos no seu distrito