Internacional

Recluso transexual sentia-se mulher e pediu transferência para a ala feminina, onde engravidou outra reclusa

No estabelecimento prisional de Fontcalent, em Alicante, Espanha.

Um transexual entrou no estabelecimento prisional de Fontcalent, em Alicante, Espanha, como homem, mas pediu transferência para a ala feminina por se sentir mulher. O pedido foi diferido pela direcção da cadeia, mas entretanto o recluso envolveu-se com uma mulher igualmente presa e engravidou-a.

A história é divulgada pelo diário espanhol El Mundo, que relata que tudo começou quando, no início do ano passado, o recluso manifestou vontade de mudar de sexo, uma vez que se sentia mulher e, como tal, pediu transferência para a ala feminina daquele estabelecimento prisional, assumindo-se como lésbica.

Agora, acabou por voltar à ala masculina depois de os responsáveis da prisão terem descoberto que engravidou outra reclusa, que optou por levar a gravidez adiante.

Este caso aconteceu antes da entrada em vigor da Lei Trans em Espanha, a 2 de Março. A partir dessa altura, passou a ser permitido mudar de nome e sexo no registo civil, a partir dos 16 anos, sem que seja necessário apresentar um relatório médico ou ter iniciado um tratamento hormonal, explica o El Mundo. No entanto, estas questões já estavam regulamentas nas prisões espanholas desde 2006.


ÚLTIMA HORA! O seu Diário do Distrito acabou de chegar com um canal no whatsapp
Sabia que o Diário do Distrito também já está no Telegram? Subscreva o canal.
Já viu os nossos novos vídeos/reportagens em parceria com a CNN no YouTube? Inscreva-se no nosso canal!
Siga-nos na nossa página no Facebook! Veja os diretos que realizamos no seu distrito