Atualidade

Produtos de marcas próprias de supermercados aumentam 32% em apenas um ano

Nem as marcas próprias dos supermercados escapam ao constante aumento de preços. Segundo a Deco/Proteste, o cabaz de alimentos das chamadas marcas brancas subiu 32% de preço ao longo de 2022, um aumento bem acima do praticado nos produtos com a marca do fabricante, que foi de 13%.

Em qualquer dos casos, segundo a análise realizada pela associação de defesa do consumidor, os aumentos foram muito superiores ao valor da inflação, que em 2022 atingiu 7,8%, segundo os dados do Instituto Nacional de Estatística.

No cabaz analisado, com 30 produtos, a factura final, que era de 32,25 euros em Janeiro do ano passado, subiu para 45,15 euros em Dezembro do mesmo ano. Por comparação, um cabaz com os mesmos produtos mas de marca subiu de 79,37 euros para 89,44 euros. Ainda assim, destaca a Deco/Proteste, continua a compensar comprar os produtos da marca própria dos supermercados, que representam uma poupança de 44,29 euros face às de marca de fabricante.


ÚLTIMA HORA! O seu Diário do Distrito acabou de chegar com um canal no whatsapp
Sabia que o Diário do Distrito também já está no Telegram? Subscreva o canal.
Já viu os nossos novos vídeos/reportagens em parceria com a CNN no YouTube? Inscreva-se no nosso canal!
Siga-nos na nossa página no Facebook! Veja os diretos que realizamos no seu distrito