Mundo

Preços exorbitantes nos Hotéis para os Jogos Olímpicos de 2024

Com a proximidade dos Jogos Olímpicos e Paraolímpicos de 2024 em Paris, os hotéis aumentam os preços e cancelam as reservas, gerando reclamações dos clientes.

Com a chegada dos tão esperados Jogos Olímpicos e Paraolímpicos de 2024 em Paris, a cidade das luzes torna-se o foco das atenções não somente para os atletas, mas também para os visitantes. Contudo, nem todos os estabelecimentos estão a desempenhar o seu papel de forma adequada.

Os turistas estrangeiros, entusiasmados pelo evento, planearam cuidadosamente as suas estadias na capital francesa, reservando quartos de hotel com antecedência. No entanto, à medida que a data dos Jogos se aproxima, muitos se deparam com uma realidade estranha: hotéis a aumentar os preços e, em alguns casos, cancelam ou modificam as reservas feitas há mais de um ano.

O Centro Europeu do Consumidor França tem sido inundado nos últimos tempos com queixas de consumidores europeus a respeito dessa prática. Quais são os direitos dos consumidores nessa situação específica?

É crucial distinguir depósito de entrada. Se um hotel cancela uma reserva, é preciso verificar se a mesma era fixa ou flexível e se o valor total ou apenas uma parte foi pago. Se o cliente fizer um depósito, o hotel deve devolver o dinheiro que pagou. Se entrar, o hotel deve devolver o dinheiro em dobro com juros se o cliente cancelar depois de três meses.

É importante salientar que os hotéis não têm o poder de alterar os preços de forma unilateral, exceto se isso seja benéfico para o cliente. Contudo, há relatos de que alguns estabelecimentos têm aumentado significativamente os preços, o que é considerado ilegal conforme a legislação francesa.

Em relação ao cancelamento de reservas, os hotéis só podem fazê-lo mediante justificativa fundamentada. Os clientes podem pedir para manter o contrato como foi combinado quando fizeram a reserva.

Em relação a cancelamentos feitos pelos clientes, as condições de reembolso variam conforme as políticas do hotel, sendo que reservas flexíveis costumam oferecer opções de cancelamento com reembolso parcial ou total, enquanto reservas não modificáveis são mais restritas.

É importante que os consumidores saibam os seus direitos e, se houver um conflito, entrem em contacto com o Centro Europeu do Consumidor Portugal para pedir ajuda.

Com a cidade de Paris em 2024, é importante que os consumidores saibam os seus direitos e protejam-se contra abusos dos hotéis.


ÚLTIMA HORA! O seu Diário do Distrito acabou de chegar com um canal no whatsapp
Sabia que o Diário do Distrito também já está no Telegram? Subscreva o canal.
Já viu os nossos novos vídeos/reportagens em parceria com a CNN no YouTube? Inscreva-se no nosso canal!
Siga-nos na nossa página no Facebook! Veja os diretos que realizamos no seu distrito