Mundo

Português suspeito de integrar rede de tráfico humano para fins de exploração sexual é detido em Espanha

Um homem português foi detido pelas autoridades espanholas, na cidade de Fuentes de Oñoro, em Salamanca, Espanha, suspeito de pertencer a uma rede de tráfico de mulheres com o intuito de lucrar com o mercado de exploração sexual. O espaço é clandestino e estava a ser construído no subsolo, havendo apenas acesso ao local por um túnel de 60 metros.

Segundo a Guardia Civil, citada pela ABC Castilla y León, esta quarta-feira, a detenção foi realizada no decorrer da operação ‘Irala’, que pretende “combater o tráfico e realizava inspeções de rotina em estabelecimentos públicos onde a prostituição é exercida”.

As mulheres eram essencialmente de países sul-americanos, “de onde foram transferidas para Espanha com falsas promessas de trabalho”.

De acordo com o Notícias ao Minuto, quando as mulheres chegaram a solo espanhol, foram informadas que tinham uma dívida “de 3.000 euros euros para a sua transferência, retirando-lhes os passaportes e criando uma dependência total dos seus raptores”.

Todas as nove mulheres foram libertadas e “ficaram sob vigilância permanente, sendo mesmo acompanhadas por alguém da organização quando saíam para comprar alimentos ou outros bens de primeira necessidade”.


ÚLTIMA HORA! O seu Diário do Distrito acabou de chegar com um canal no whatsapp
Sabia que o Diário do Distrito também já está no Telegram? Subscreva o canal.
Já viu os nossos novos vídeos/reportagens em parceria com a CNN no YouTube? Inscreva-se no nosso canal!
Siga-nos na nossa página no Facebook! Veja os diretos que realizamos no seu distrito