Atualidade

Portugal enfrentou sétima onda de calor no Outono

O Instituto Português do Mar e da Atmosfera divulgou uma nota na qual refere que «durante o período de tempo quente observado no território Continental entre final de setembro e inicio de outubro, foi registada a sétima onda de calor do ano de 2023».

Esta onda de calor, pela sua extensão espacial e temporal pode ser considerada «a mais significativa observada no outono desde 1941», seguida da onda de calor de outubro de 2017.

«Neste período registaram-se novos extremos da temperatura máxima e mínima do ar para o mês, respetivamente, em 26 % e 14 % das estações (total de 97 estações)» refere o IPMA.

«Em relação à onda de calor a duração máxima foi de 19 dias, em cerca das 55 % das estações meteorológicas e a duração superior a 14 dias, quanto à abrangência espacial, em 85 % das estações meteorológicas ocorreu onda de calor.

Neste período registaram-se novos extremos da temperatura máxima e mínima do ar para o mês, respetivamente, em 26 % e 14 % das estações (total de 97 estações).»


ÚLTIMA HORA! O seu Diário do Distrito acabou de chegar com um canal no whatsapp
Sabia que o Diário do Distrito também já está no Telegram? Subscreva o canal.
Já viu os nossos novos vídeos/reportagens em parceria com a CNN no YouTube? Inscreva-se no nosso canal!
Siga-nos na nossa página no Facebook! Veja os diretos que realizamos no seu distrito

2 Comentários

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *