Opinião

Porto Seguro

Como se definiria como pessoa? Já pensou nisso? Quais as suas principais caraterísticas de personalidade? Como demonstra as suas emoções? Tem tendência para liderar ou para ser mais submissa nas suas relações?

É porto seguro de alguém? E, permite-se ter um porto seguro?

Em Terapia de Casal, trabalha-se muito o papel de cada na relação e, muitas vezes, constata-se uma rigidificação: um assume de forma preferencial o papel de cuidador e o outro é a pessoa mais cuidada.

Cada casal, terá como uma das suas tarefas principais, ao longo do ciclo de vida, a construção do seu modelo de conjugalidade, onde se definem objetivos, padrões de comunicação, as relações com a família de origem, com os filhos, a construção de uma rede social e um estilo de vida onde ambos se possam realizar.

Constato a enorme dificuldade que muitos experimentam em permitir-se revelar fragilidade. Aquela que só se expõe quando há verdadeira confiança e intimidade, quando se acredita que o Outro nos guardará, sem julgamento, qualquer que seja o nosso segredo ou a nossa dor.

E será que estamos sempre preparados para a revelação? O que fazer quando não nos revemos na necessidade do Outro? Quando não conseguimos empatizar ou entender a sua aflição ou receio?

Simplesmente escutamos, de forma ativa, sem julgamento. Às vezes, quando não se consegue fazer parte da solução, de forma mais assertiva, o simples ato de escutar e acolher é tudo o que basta para se ser porto seguro e aliviar o peso que o outro poderá carregar.

Cuidar e ser cuidado, alternância fundamental nos casais com saúde mental.

Caminhamos Juntos no Empoderamento do Agridoce da Vida


ÚLTIMA HORA! O seu Diário do Distrito acabou de chegar com um canal no whatsapp
Sabia que o Diário do Distrito também já está no Telegram? Subscreva o canal.
Já viu os nossos novos vídeos/reportagens em parceria com a CNN no YouTube? Inscreva-se no nosso canal!
Siga-nos na nossa página no Facebook! Veja os diretos que realizamos no seu distrito