Distrito de Setúbal

Politécnico de Setúbal contribui para capacitação empresarial em Angola

IPS a contribuir para o ensino em Negócios e Finanças nas instituições de Ensino Superior angolanas. 

O projecto Envolver, que está a ser desenvolvido pelo Governo de Angola, com o apoio técnico especializado do Instituto Politécnico de Setúbal (IPS), acaba de lançar o Centro do Saber, um repositório digital gratuito que pretende fortalecer o empreendedorismo e a capacitação empresarial, bem como contribuir para o ensino em Negócios e Finanças nas instituições de Ensino Superior angolanas. 

Segundo comunicado do IPS, “a ampla gama de recursos oferecidos pelo novo centro destacam-se apresentações, manuais e dezenas de temas e casos que servem de suporte na elaboração de planos de negócio, candidaturas a pedidos de financiamento, e capacitação das empresas, ao permitir o reforço da literacia financeira e maiores garantias de sustentabilidade dos projectos de investimento”.

O Centro do Saber oferece também “um conjunto abrangente de ferramentas digitais concebidas para auxiliar empreendedores, empresas e organizações em todas as etapas do seu processo de desenvolvimento estratégico, desde a definição do modelo de negócio à avaliação da viabilidade e rentabilidade do investimento”. 

Iniciado oficialmente em Fevereiro de 2021, o Envolver – Projecto de Apoio no Acesso a Financiamento enquadra-se no Programa de Apoio à Produção, Diversificação das Exportações e Substituição de Importações (PRODESI) do Governo de Angola, visando “incentivar e alargar o acesso dos empreendedores e das micro, pequenas e médias empresas aos serviços financeiros, através da formação e capacitação de todos os atores envolvidos.” 

O projecto, liderado pelo INAPEM-Instituto Nacional de Apoio às Pequenas e Médias Empresas, conta com financiamento da União Europeia e com o apoio técnico de duas entidades portuguesas, a Agência para a Competitividade e Inovação (IAPMEI) e o IPS, nomeadamente na dinamização de acções de formação e sensibilização, desenvolvimento de instrumentos de apoio à gestão, eventos temáticos dirigidos ao sector público e privado, e campanhas de sensibilização para o incremento da literacia financeira, entre outras ações. 

Ao todo, estão envolvidos neste projecto 40 docentes do IPS, de quatro das suas cinco escolas superiores, sob coordenação de Nuno Teixeira e Paulo Alexandre, docentes da Escola Superior de Ciências Empresariais (ESCE/IPS). 

Perto de 900 agentes angolanos beneficiaram já deste leque de acções, entre técnicos do INAPEM, bolsa de formadores, banca e comunidade judiciária. 

Outro dos desenvolvimentos recentes deste projecto é a criação da Rede Nacional de Incubadoras (RNI), projecto apresentado a 20 de Junho, em Luanda, como um passo importante para impulsionar o desenvolvimento económico e a inovação no país, oferecendo suporte e recursos valiosos para empreendedores e empresas em crescimento. O evento, que contemplou também duas sessões de entrega de certificados, contou com a presença de representantes do IPS.  


ÚLTIMA HORA! O seu Diário do Distrito acabou de chegar com um canal no whatsapp
Sabia que o Diário do Distrito também já está no Telegram? Subscreva o canal.
Já viu os nossos novos vídeos/reportagens em parceria com a CNN no YouTube? Inscreva-se no nosso canal!
Siga-nos na nossa página no Facebook! Veja os diretos que realizamos no seu distrito

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *