DestaquePaís
Em Destaque

Polícias fazem ultimato: Ameaças de boicote e baixas fraudulentas

Polícias e militares da GNR lançaram um ultimato ao Governo, ameaçando com boicotes e baixas fraudulentas se não houver uma resolução imediata para a questão dos suplementos. Uma carta aberta está a circular entre os agentes, pedindo o reforço dos protestos até 10 de Maio.

Um movimento inorgânico de polícias e militares da GNR está a pressionar o Governo para resolver a questão dos suplementos. Numa carta, que já circula entre os agentes, é afirmado que, se até 10 de Maio não houver acordo, os polícias recusam trabalhar nos dias 11 e 12 de Maio, durante o Rali de Portugal.

O movimento, que já organizou várias manifestações, planeia uma nova marcha para o 25 de Abril em frente à Assembleia da República. Além disso, há ameaças de boicote ao policiamento em eventos como jogos de futebol, o Rally de Portugal e a Queima das Fitas.

Representantes das forças de segurança vão iniciar negociações com o Governo na próxima semana. O presidente da Associação Sindical de Profissionais de Polícia alertou que, se não houver uma proposta concreta do Ministério da Administração Interna, novos protestos serão considerados.

Apesar da esperança em encontrar uma solução, os sindicatos expressam ceticismo em relação às negociações com o Governo, recordando promessas feitas pelo primeiro-ministro Luís Montenegro após a eleição.


ÚLTIMA HORA! O seu Diário do Distrito acabou de chegar com um canal no whatsapp
Sabia que o Diário do Distrito também já está no Telegram? Subscreva o canal.
Já viu os nossos novos vídeos/reportagens em parceria com a CNN no YouTube? Inscreva-se no nosso canal!
Siga-nos na nossa página no Facebook! Veja os diretos que realizamos no seu distrito