País

Pedidos de ajuda à Cruz Vermelha Portuguesa aumentam exponencialmente desde o início do ano

A Cruz Vermelha Portuguesa anunciou esta segunda-feira, que os pedidos de ajuda à instituição, mais do que duplicaram em janeiro e fevereiro deste ano, em consequência do aumento do custo de vida, valores estes em comparação com o mesmo período de 2022. Informações avançadas pela agência Lusa.

A organização humanitária alerta para o “agravamento do ciclo de pobreza em Portugal”, indicando que nos dois primeiros meses deste ano, “a equipa central da Cruz Vermelha Portuguesa (CVP) recebeu 100 pedidos de ajuda, valor que mais do que duplica os números do mesmo período de 2022”.

“O que nos preocupa muito foi que, nos dois primeiros meses deste ano, comparado com os pedidos de ajuda que houve em tempo homólogo do ano passado, houve um maior aumento de pedidos de ajudas de famílias para muitas vezes bens de primeira necessidade”, declarações dadas à agência Lusa por parte de Ana Jorge, presidente da CVP.

Ana Jorge refere ainda que estes pedidos de apoio são, em muitos casos, para “alimentação básica e pagamento de algumas contas” que as famílias vulneráveis não estão a conseguir suportar.

Em 2022, os pedidos de ajuda de famílias em grande situação de vulnerabilidade aumentaram 74%.

Ana Jorge adiantou ainda que este crescimento está relacionado com pessoas vulneráveis e com baixos rendimentos,  que sofreram com o aumento do custo de vida, não conseguindo ter condições de equilibrar a sua situação financeira.

“São pessoas que se aproximam da Cruz Vermelha nos diferentes locais onde nós estamos”, afirmou a presidente da CVP, alertando também para a preocupação da menor disponibilidade que se verifica para a doação de bens e, simultaneamente, com o aumento de pedidos de ajuda, aumento a preocupação perante esse desequilíbrio.


ÚLTIMA HORA! O seu Diário do Distrito acabou de chegar com um canal no whatsapp
Sabia que o Diário do Distrito também já está no Telegram? Subscreva o canal.
Já viu os nossos novos vídeos/reportagens em parceria com a CNN no YouTube? Inscreva-se no nosso canal!
Siga-nos na nossa página no Facebook! Veja os diretos que realizamos no seu distrito