Atualidade

Papa recebido em Lisboa com cartazes que lembram 4815 vítimas de abusos sexuais na Igreja

Três cartazes ideia do movimento This Is Our Memorial.

Na madrugada desta quarta-feira, dia marcado pela chegada do Papa Francisco a Portugal para integrar a Jornada Mundial da Juventude (JMJ), três cartazes com os números das vítimas de abusos sexuais na Igreja foram colocados estrategicamente em Lisboa, Oeiras e Loures, com o claro objectivo de “trazer para a luz do dia aquilo que querem que fique atrás de uma porta fechada e de um sorriso paternalista”.

A ideia é do movimento ‘This is Our Memorial’, que criou um cartaz com 4.815 pontos vermelhos, que representam cada vítima dos abusos sexuais na Igreja Católica. Este movimento descreve-se como “um grupo de cidadãos com diversos credos que não quer que se esqueçam dos abusos na Igreja Católica portuguesa”. Mais: “Não nos escondemos mas também não queremos aparecer. O foco deve estar em dar voz às vítimas, as caras a aparecer devem ser as dos responsáveis pela instituição que permitiu que este tipo de abuso fosse estrutural e, até ao momento, impune”.

“Nada poderá corrigir ou reparar a experiência e a vida destas mais de 4.800 vítimas. O que podemos e devemos fazer é lembrá-las. Dar-lhes voz. Para que o que aconteceu jamais volte a acontecer. Não podemos dar voz ao silêncio para que, a seguir, se insista em voltar a silenciar as vítimas de abuso”, lê-se ainda na página oficial do movimento, que denuncia o “silêncio” não só Igreja Católica Apostólica Romana, como também das figuras políticas, destacando o próprio Presidente da República, Marcelo Rebelo de Sousa.

Recorde-se que, em Fevereiro, a Comissão Independente para o Estudo dos Abusos Sexuais de Crianças na Igreja deu conta de mais de 500 testemunhos de abusos sexuais no seio daquela organização, e de, pelo menos, 4.815 vítimas.


ÚLTIMA HORA! O seu Diário do Distrito acabou de chegar com um canal no whatsapp
Sabia que o Diário do Distrito também já está no Telegram? Subscreva o canal.
Já viu os nossos novos vídeos/reportagens em parceria com a CNN no YouTube? Inscreva-se no nosso canal!
Siga-nos na nossa página no Facebook! Veja os diretos que realizamos no seu distrito

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *