DestaquePalmela

Palmela | Jovens acusados do homicídio de rapaz no Centro Jovem Tabor confessaram o crime. “Por compaixão”

Esta quinta-feira, no primeiro dia do julgamento, o colectivo do tribunal de júri do Tribunal de Setúbal começou por ouvir os arguidos Leandro Vultos, agora com 19 anos, e Ricardo Cochicho, com 18, principais suspeitos da morte de Lucas Miranda, com quem se encontravam institucionalizados no Centro Jovem Tabor, em Brejos do Assa, Palmela.

Os dois jovens confessaram a prática do crime e a maior parte dos factos de que estão acusados, embora não tenham esclarecido alguns pormenores.

Os dois arguidos, que, tal como Lucas, estavam ao cuidado do Centro Jovem Tabor, IPSS sob a dependência da Diocese de Setúbal da Igreja Católica que acolhe jovens com dificuldades de inserção na sociedade, admitiram que se disponibilizaram para ajudar o Lucas a morrer, correspondendo ao desejo manifestado insistentemente pela vítima.

Leandro Vultos, que terá aplicado a técnica de estrangulamento designada por golpe de mata-leão a Lucas, afirmou que, no Centro Jovem Tabor, “quase todos os jovens acolhidos na instituição sabiam do desejo de morrer manifestado repetidamente pelo Lucas”. Ricardo Cochicho corroborou esta versão da hitória, reiterando que ele e Leandro se disponibilizaram para ajudar Lucas Miranda a morrer e que consumaram o crime na manhã do dia 15 de Outubro de 2020.

Neste primeiro dia de julgamento, o Tribunal de Setúbal questionou também os dois arguidos sobre o momento de eventuais agressões violentas que terão provocado várias lesões graves no crânio de Lucas Miranda – que não se coadunam com a versão dos factos que ambos apresentam -, mas nenhum deles admitiu ou soube explicar essas agressões.

O Ministério Público acusou Leandro Vultos dos crimes de homicídio qualificado, profanação de cadáver e ameaça agravada, e Ricardo Cochicho como cúmplice da prática do crime de homicídio qualificado e como coautor de um crime de profanação de cadáver.


ÚLTIMA HORA! O seu Diário do Distrito acabou de chegar com um canal no whatsapp
Sabia que o Diário do Distrito também já está no Telegram? Subscreva o canal.
Já viu os nossos novos vídeos/reportagens em parceria com a CNN no YouTube? Inscreva-se no nosso canal!
Siga-nos na nossa página no Facebook! Veja os diretos que realizamos no seu distrito