DestaquePalmela
Em Destaque

Palmela | Dois jovens condenados a 17 e 15 anos de prisão pela morte de Lucas Miranda

Lucas Miranda, de 15 anos, foi encontrado morto em 2020, em Palmela.

Leandro Vultos e Ricardo Cochicho, de 18 anos, foram condenados a 17 anos e 15 anos e quatro meses, respectivamente, pelos crimes de homicídio qualificado e profanação de cadáver. Recorde-se que Lucas Miranda, de 15 anos, foi encontrado morto em 2020, em Palmela.

“Quem comete crimes de gente grande é condenado como gente grande”, disse o juiz Pedro Godinho no Tribunal de Setúbal, citado esta segunda-feira pelo Jornal de Notícias.

Aquando da sua morte, Lucas Miranda estava institucionalizado no Centro Jovem Tabor, juntamente com os seus alegados homicidas. O jovem foi acolhido naquela instituição a 2 de Outubro de 2020, por decisão da mãe adoptiva, o que o terá feito sentir-se rejeitado e manifestar a outros jovens da instituição o desejo de morrer, alegando que só não se suicidava por falta de coragem.

O homicídio de Lucas Miranda ocorreu numa altura em que os três jovens, a vítima e os dois arguidos, se encontravam nas imediações do Centro Jovem Tabor, uma instituição particular de solidariedade social (IPSS) sob a dependência da Diocese de Setúbal da Igreja Católica, que acolhe jovens com dificuldades de inserção na sociedade e onde a vítima e os dois arguidos estavam institucionalizados.

Segundo a acusação do Ministério Público, Lucas Miranda terá sido assassinado na manhã do dia 15 de Outubro de 2020, por asfixia mecânica, depois de o arguido Leandro Vultos, que estava acompanhado por Ricardo Cochicho, lhe ter aplicado um golpe de mata-leão.

O Ministério Público sustenta também que, depois de consumarem o crime de homicídio, os dois arguidos terão tentado criar um cenário que desse a ideia de um suicídio por enforcamento, mas acabaram por abandonar essa ideia e esconderam o cadáver de Lucas Miranda, atirando-o para o interior de um poço seco perto do Centro Jovem Tabor.


ÚLTIMA HORA! O seu Diário do Distrito acabou de chegar com um canal no whatsapp
Sabia que o Diário do Distrito também já está no Telegram? Subscreva o canal.
Já viu os nossos novos vídeos/reportagens em parceria com a CNN no YouTube? Inscreva-se no nosso canal!
Siga-nos na nossa página no Facebook! Veja os diretos que realizamos no seu distrito