AgendaAlcácer do Sal

Oppenheimer no Auditório Municipal de Alcácer do Sal, este sábado

Oppenheimer no Auditório Municipal de Alcácer do Sal, este sábado   O filme realizado e escrito por Christopher Nolan estará em exibição no dia 12 de agosto às 21h30.

Oppenheimer é um thriller que puxa o público para o paradoxo do enigmático homem que “tem de arriscar destruir o mundo para o salvar”: Julius Robert Oppenheimer, o físico norte-americano que ficou conhecido como “o pai da bomba atómica”, após ter dirigido e ter tido uma participação destacada no Projeto Manhattan para o desenvolvimento das primeiras armas nucleares da história, durante a Segunda Guerra Mundial. Uma invenção revolucionária que simbolizou a máxima capacidade do engenho humano, capaz de refazer a civilização e, ao mesmo tempo, de ameaçar o futuro da humanidade.

O filme tem como principais atores, Cillian Murphy, Emily Blunt e Matt Damon e tem, sensivelmente, 3 horas de duração.

Julius Robert Oppenheimer (Nova Iorque, 22 de abril de 1904 — Princeton, 18 de fevereiro de 1967) foi um físico e teórico americano. Foi o diretor do Laboratório Nacional de Los Alamos durante a Segunda Guerra Mundial e é normalmente creditado como o «pai da bomba atómica» pelo papel ativo que teve no Projeto Manhattan. Durante a Segunda Guerra Mundial, foi recrutado para trabalhar no projeto e, em 1943, foi nomeado diretor do Laboratório de Los Alamos no Novo México, encarregado de desenvolver as armas.

A liderança e a experiência científica de Oppenheimer foram fundamentais para o sucesso do projeto. Este estava entre aqueles que observaram o teste Trinity em 16 de julho de 1945, onde a primeira bomba atómica foi detonada com sucesso.

As conquistas e pesquisas de Oppenheimer no campo da física incluem a aproximação de Born-Oppenheimer para funções de onda moleculares, trabalho na teoria de elétrons e pósitrons, o Processo Oppenheimer–Phillips na fusão nuclear e a primeira previsão de tunelamento quântico.

Com a ajuda dos seus alunos, também fez importantes contribuições para a teoria moderna sobre estrelas de neutrões e buracos negros, bem como para a mecânica quântica, teoria quântica de campos e as interações dos raios cósmicos. Como professor e divulgador científico, é lembrado como um dos fundadores da escola americana de física teórica que ganhou destaque mundial na década de 1930. Após a Segunda Guerra Mundial, tornou-se diretor do Instituto de Estudos Avançados em Princeton, Nova Jérsei.


ÚLTIMA HORA! O seu Diário do Distrito acabou de chegar com um canal no whatsapp
Sabia que o Diário do Distrito também já está no Telegram? Subscreva o canal.
Já viu os nossos novos vídeos/reportagens em parceria com a CNN no YouTube? Inscreva-se no nosso canal!
Siga-nos na nossa página no Facebook! Veja os diretos que realizamos no seu distrito

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *