País

Operação conjunta da PSP e GNR alerta para perigos do uso do telemóvel ao volante

A partir de hoje, a PSP e a GNR estarão nas estradas durante oito dias para sensibilizar os condutores sobre os perigos do uso do telemóvel enquanto conduzem, numa operação de fiscalização e sensibilização que integra o Plano Nacional de Fiscalização de 2024.

As forças de segurança portuguesas, nomeadamente a Polícia de Segurança Pública (PSP) e a Guarda Nacional Republicana (GNR), unem esforços numa ação conjunta de fiscalização e alerta aos condutores sobre os riscos associados ao uso do telemóvel durante a condução.

Esta iniciativa, denominada “Ao volante, o telemóvel pode esperar”, decorrerá entre os dias 7 e 13 de maio, visando sensibilizar os condutores para os perigos e possíveis consequências fatais do uso indevido do telemóvel enquanto conduzem.

De acordo com um comunicado conjunto das entidades responsáveis pela campanha, a Autoridade Nacional de Segurança Rodoviária (ANSR), em colaboração com a PSP e a GNR, destaca que o uso do telemóvel ao volante aumenta significativamente o risco de acidentes, multiplicando por quatro a probabilidade de ocorrência de sinistros.

Além disso, o tempo de reação a situações imprevistas também é comprometido, colocando em perigo não apenas o condutor, mas também outros utentes da via. A ação de sensibilização e fiscalização estará presente em diferentes locais e momentos ao longo da semana. Entre os pontos de fiscalização destaca-se o Itinerário Complementar (IC) 2, em Lisboa, a Rua Coronel Armando da Silva Maçanita, em Portimão, a área de serviço de Almodôvar, a Avenida Lino de Carvalho, em Évora, e a Estrada Nacional (EN) 18, em Portalegre. As autoridades reforçam que, a uma velocidade de 50 km/h, desviar o olhar para o telemóvel durante três segundos equivale a percorrer uma distância de 42 metros com os olhos vendados, o que representa um sério risco para a segurança rodoviária.

Além disso, o uso de dispositivos eletrónicos durante a condução dificulta a interpretação da sinalização e desrespeita as regras de trânsito, incluindo a cedência de passagem a peões. Esta campanha, que se insere no âmbito do Plano Nacional de Fiscalização de 2024, é a quinta de doze campanhas planeadas para o corrente ano. A sua realização pretende alertar os condutores para a importância de evitar distrações ao volante e promover uma condução mais segura e responsável.


ÚLTIMA HORA! O seu Diário do Distrito acabou de chegar com um canal no whatsapp
Sabia que o Diário do Distrito também já está no Telegram? Subscreva o canal.
Já viu os nossos novos vídeos/reportagens em parceria com a CNN no YouTube? Inscreva-se no nosso canal!
Siga-nos na nossa página no Facebook! Veja os diretos que realizamos no seu distrito