DestaqueDistrito de Beja

Nove bombeiros feridos no incêndio em Odemira

Os três operacionais que ficaram feridos apresentam ferimentos ligeiros sendo assistidos no local. Outros seis também tiveram que receber assistência no teatro de operações.

O incêndio que já lavra desde sábado em Odemira (Beja) já fez nove feridos, todos eles os operacionais que estão no terreno a combater as chamas que também já obrigaram à evacuação de aldeias próximas ao incêndio e que obrigaram 60 pessoas a dormir num centro de acolhimento.

O comandante regional de Emergência e Proteção Civil do Alentejo, José Ribeiro, num ‘briefing’ que realizou com os jornalistas, adiantou que as assistências médicas aos bombeiros feridos não “inspiram cuidados”. 

Este é um dos maiores incêndios que se registam no país e conta com três frentes ativas, havendo ainda o registo de vários reacendimentos que tem provocado alguns problemas no combate às chamas, nomeadamente o vento forte que se faz sentir na região.

“É provável que, com estas frentes, esta extensão, esta violência, haja habitações que estejam a correr riscos”, admitindo essa possibilidade. 

José Ribeiro adianta, no entanto, que a situação está a ser avaliada com a GNR para a necessidade de haver mais evacuações.

Este incêndio que deflagra no distrito de Beja já obrigou este domingo a que as autoridades evacuassem quatro locais — Vale dos Alhos, Vale de Água, Choça dos Vales e Relva Grande — aqui, uma unidade de turismo rural, num total de mais de 100 pessoas evacuadas do local por prevenção.

Já o presidente da Câmara de Odemira, Hélder Guerreiro, especificou que seis dezenas de pessoas, provenientes sobretudo do turismo rural na região, foram acolhidas na noite de domingo para o centro de acolhimento.

Segundo informação da Autoridade Nacional de Emergência e Proteção Civil avança que no local estão 809 operacionais, apoiados por 260 viaturas e 3 meios aéreos.


ÚLTIMA HORA! O seu Diário do Distrito acabou de chegar com um canal no whatsapp
Sabia que o Diário do Distrito também já está no Telegram? Subscreva o canal.
Já viu os nossos novos vídeos/reportagens em parceria com a CNN no YouTube? Inscreva-se no nosso canal!
Siga-nos na nossa página no Facebook! Veja os diretos que realizamos no seu distrito

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *