MundoSociedade

Nova Iorque proíbe lojas de animais de vender cães, gatos e coelhos

Depois de várias denúncias por parte de grupos ativistas dos direitos dos animais, as pet shops em Nova Iorque serão proibidas de vender cães, gatos e coelhos. A lei entra em vigor no final do ano de 2024 e foi assinada esta quinta-feira, 15 de dezembro, pela governadora Kathy Hochul.

No lado da oposição, a indústria sublinhou que esta medida vai tornar a vida dos nova-iorquinos que queiram comprar animais mais difícil, e que criará um mercado clandestino de animais de estimação.

Depois de vários dias de reuniões, o Governo concordou com a proposta, no entanto, com algumas mudanças. Uma delas foi adiar a implementação desta lei, que vai entrar em vigor apenas em dezembro de 2024.

Na reportagem emitida pelo canal televisivo New York Times, as pessoas vão poder comprar estes animais a criadores particulares, que assumam uma criação responsável. Porém, o objetivo deste decreto é que os cidadãos comecem a adotar mais animais em vez de os comprar.

Além de Nova Iorque, o estado de Illinois e da Califórnia também adotaram medidas idênticas. 


ÚLTIMA HORA! O seu Diário do Distrito acabou de chegar com um canal no whatsapp
Sabia que o Diário do Distrito também já está no Telegram? Subscreva o canal.
Já viu os nossos novos vídeos/reportagens em parceria com a CNN no YouTube? Inscreva-se no nosso canal!
Siga-nos na nossa página no Facebook! Veja os diretos que realizamos no seu distrito