Economia

Navigator: Líder florestal eleva Portugal ao topo económico mundial

A Navigator Company alcançou destaque no cenário económico global, liderando a contribuição da indústria florestal para a riqueza nacional. Com uma presença global e um forte compromisso com a inovação sustentável, a empresa reforça o papel vital da floresta portuguesa no cenário internacional.

A indústria florestal portuguesa continua a figurar como um dos principais motores da economia nacional, com a Navigator Company a destacar-se como líder neste cenário. Segundo o recente ‘Ranking’ do Instituto Nacional de Estatística (INE), a Navigator reafirma a sua posição como a maior geradora de Valor Acrescentado Nacional (VAN) entre as empresas exportadoras do país e figura como a terceira maior exportadora nacional.

Com uma vasta rede de distribuição que abrange mais de 3.900 locais em cerca de 130 países, a Navigator continua a ser uma peça fundamental no comércio internacional, representando aproximadamente 1% do Produto Interno Bruto (PIB) nacional. Além disso, a empresa é responsável por cerca de 2,5% das exportações de bens de Portugal e por quase 6% da carga contemporizada exportada pelos portos nacionais.

O sucesso da Navigator reflete-se não apenas na sua presença global, mas também na sua forte ligação com a economia local. Em 2023, mais de 73% dos seus fornecedores eram nacionais, evidenciando o seu compromisso com o desenvolvimento socioeconómico do país.

Para além do seu papel como principal exportadora de produtos premium, incluindo pasta, papel, embalagem e tissue, a Navigator tem-se destacado pela inovação e sustentabilidade. A empresa investe continuamente em soluções sustentáveis, como embalagens substitutas de plástico e energia renovável, contribuindo assim para uma economia mais verde e para a redução da dependência de recursos fósseis.

Segundo a Navigator, o seu sucesso deve-se não só à sua capacidade de inovação, mas também ao seu compromisso com a responsabilidade social e ambiental. Com uma visão alinhada visando Desenvolvimento Sustentável das Nações Unidas, a empresa visa criar valor não apenas para os seus acionistas, mas para a sociedade como um todo.

No panorama nacional, a importância da indústria florestal vai além da contribuição económica direta. O setor é também responsável pela criação de emprego qualificado, geração de riqueza nas áreas rurais e fixação de populações. A fileira do eucalipto, por exemplo, emprega mais de 80 mil pessoas em Portugal.

Com um olhar para o futuro, a Navigator continua a explorar novas oportunidades de negócio e a reforçar o seu compromisso com a sustentabilidade e a inovação. O seu papel como líder no setor florestal não só impulsiona a economia nacional, mas também promove o desenvolvimento sustentável e a preservação do meio ambiente.


ÚLTIMA HORA! O seu Diário do Distrito acabou de chegar com um canal no whatsapp
Sabia que o Diário do Distrito também já está no Telegram? Subscreva o canal.
Já viu os nossos novos vídeos/reportagens em parceria com a CNN no YouTube? Inscreva-se no nosso canal!
Siga-nos na nossa página no Facebook! Veja os diretos que realizamos no seu distrito