Atualidade

Mundo | Europa tenta acalmar tensão na Ucrânia

França assume negociações com a Rússia.

A Rússia não desarma junto à fronteira da Ucrânia e os olhares dos governantes da Europa e dos EUA estão colocados nas várias movimentações militares da Rússia naquela região. A Comunidade Europeia está atenta e o Presidente da França está já a ser colocado nas negociações para que possam surtir efeito nos próximos dias para que a Rússia não invada o território Ucraniano.

O Presidente dos EUA, Joe Biden, fez saber hoje que os militares americanos estão preparados para avançar para a região a fim de intimidar os russos. Os EUA fizeram saber que estão preparados mais de oito mil militares preparados para avançar.

Próximos dias vão ser decisivos, segundo especialistas políticos a decisão para que a Rússia invada a Ucrânia está para breve, o inverno russo também está a chegar e pode ser nessa altura que os militares de Putin invadam a Ucrânia, caso não haja consenso por parte das negociações. O motivo desta tensão surge no setor energético.


ÚLTIMA HORA! O seu Diário do Distrito acabou de chegar com um canal no whatsapp
Sabia que o Diário do Distrito também já está no Telegram? Subscreva o canal.
Já viu os nossos novos vídeos/reportagens em parceria com a CNN no YouTube? Inscreva-se no nosso canal!
Siga-nos na nossa página no Facebook! Veja os diretos que realizamos no seu distrito