Internacional

Mulher convidou ex-sogros e outro casal para almoçar em sua casa. Três morreram

"Não fiz nada, amava-os e estou devastada por terem partido".

Erin Patterson, de 48 anos, convidou os ex-sogros e outro casal para almoçarem na sua casa em Leongatha, Victoria, Austrália, no fim de Julho. Até aqui tudo normal, a não ser que todos os convidados, excepto a anfitriã e os dois filhos, apresentaram sintomas de intoxicação e, uma semana depois, três morreram e um encontra-se em estado grave e aguarda um transplante de fígado.

As autoridades suspeitam que as vítimas tenham ingerido Amanita phalloides (cogumelos conhecidos como “chapéu da morte”), em tudo semelhantes a outras espécies de cogumelos comestíveis.

O caso está a dar que falar na Austrália e a questão que se coloca é óbvia: terá sido acidente ou crime? O que se terá passado ainda é uma incógnita, apesar de os sintomas apresentados serem consistentes com envenenamento por ingestão de cogumelos venenosos.

Erin Patterson é suspeita “porque cozinhou aquelas refeições”, afirmou o chefe do departamento de homicídios de Victoria, Dean Thomas. No entanto, o agente ressalvou que é preciso evitar julgamentos apressados, pois o caso “pode ser muito inocente”.

A mulher, que foi interrogada e mais tarde libertada, já prestou declarações aos meios de comunicação social locais, afirmando: “Não fiz nada, amava-os e estou devastada por terem partido”. A história pode ser conhecida nesta reportagem na NBC News.


ÚLTIMA HORA! O seu Diário do Distrito acabou de chegar com um canal no whatsapp
Sabia que o Diário do Distrito também já está no Telegram? Subscreva o canal.
Já viu os nossos novos vídeos/reportagens em parceria com a CNN no YouTube? Inscreva-se no nosso canal!
Siga-nos na nossa página no Facebook! Veja os diretos que realizamos no seu distrito