DestaqueDistrito de SetúbalJustiça
Em Destaque

MP pede 25 anos de prisão para mãe de Jéssica e outros três arguidos

E eis que à oitava sessão de julgamento do caso da morte de Jéssica Biscaia, o Ministério Público (MP) pediu esta quinta-feira no Tribunal de Setúbal a pena máxima, ou seja, uma condenação de 25 anos de prisão para a mãe da menina de três anos que foi morta em Junho do ano passado vítima de maus-tratos, assim como para outros três arguidos. O MP apenas não pediu a condenação de Eduardo Montes, filho de Ana Pinto (Tita) e Justo Ribeiro Montes.

Nesta sessão de hoje foram feitas as alegações finais do processo, com o Ministério Público a dar como provado que a mãe de Jéssica foi ameaçada pelos restantes arguidos, referindo também que a criança partilhou casa com a família Montes.

Tita, Justo e Esmeralda eram “os únicos que podiam intervir no sentido de evitar o resultado da morte da vítima. Bastava terem ido às urgências”, afirmou a procuradora, considerando que a “omissão” do socorro “assume maior relevo” após Jéssica ter ficado inanimada, uma vez que a família Montes entregou a menina à mãe em vez de a levar às urgências. 

“A não prestação de socorro provocou a morte”, referiu a procuradora, acrescentando: “Estamos perante um caso de criminalidade especialmente violenta”.

Os arguidos neste processo são Inês Sanches, a mãe da menina, Tita, ama de Jéssica, Justo e Esmeralda, marido e filhos de Tita, respectivamente, e ainda Eduardo, também filho de Tita e Justo, mas para o qual não foi pedida condenação pelo MP.


ÚLTIMA HORA! O seu Diário do Distrito acabou de chegar com um canal no whatsapp
Sabia que o Diário do Distrito também já está no Telegram? Subscreva o canal.
Já viu os nossos novos vídeos/reportagens em parceria com a CNN no YouTube? Inscreva-se no nosso canal!
Siga-nos na nossa página no Facebook! Veja os diretos que realizamos no seu distrito