Moita

Moita | Grupo de sete acusado por raptos e tentativas de homicídio

O Ministério Público DIAP da Moita proferiu acusação contra sete indivíduos a quem foi imputada a prática de crimes de rapto, tráfico de menor gravidade, homicídio na forma tentada e detenção de arma proibida.

«Tais indivíduos atuaram de forma entre si concertada, entre maio e novembro de 2023» refere o comunicado do DIAP Moita.

O grupo terá raptado, em momentos distintos, três pessoas, «um deles durante 23 dias, em locais resguardados, com o propósito de os obrigar, através de agressões e ameaças, com armas de fogo, a entregar-lhes bens e quantias monetárias, e a provocar-lhes empobrecimento em igual medida, deixando-os com marcas e sequelas permanentes no corpo».

Alguns dos arguidos eram detentores de armas de fogo sem que fossem titulares de licença de uso e porte de arma e alguns tinham também «em seu poder substâncias estupefacientes que cediam a terceiros mediante contrapartidas monetárias».

Foi requerida a perda a favor do Estado das vantagens obtidas pelos arguidos e seis dos arguidos estão «privados de liberdade à ordem deste processo».

O inquérito foi dirigido pelo DIAP da Moita, coadjuvado pela Polícia Judiciária.


ÚLTIMA HORA! O seu Diário do Distrito acabou de chegar com um canal no whatsapp
Sabia que o Diário do Distrito também já está no Telegram? Subscreva o canal.
Já viu os nossos novos vídeos/reportagens em parceria com a CNN no YouTube? Inscreva-se no nosso canal!
Siga-nos na nossa página no Facebook! Veja os diretos que realizamos no seu distrito