Mundo

Milionários britânicos condenados por exploração de trabalhadores

Família Hinduja enfrenta prisão por abuso de empregados em Genebra

A família Hinduja, reconhecida como a mais rica do Reino Unido, foi condenada por um tribunal suíço por exploração laboral de empregados domésticos em Genebra. Prakash Hinduja e a sua esposa Kamal foram sentenciados a quatro anos e meio de prisão. O filho do casal, Ajay, e a sua esposa Namrata, receberam penas de quatro anos cada um.

Os trabalhadores, oriundos da Índia, eram obrigados a trabalhar até 18 horas por dia, recebendo salários irrisórios de 8 a 9 euros diários. Além disso, os seus passaportes eram confiscados, impossibilitando-os de deixar a residência. Estas práticas foram consideradas uma grave violação dos direitos humanos pelo tribunal.

A condenação dos Hinduja sublinha a necessidade de erradicar a exploração laboral e proteger os direitos dos trabalhadores. Este caso serve como um alerta para outras situações de abuso semelhantes.


ÚLTIMA HORA! O seu Diário do Distrito acabou de chegar com um canal no whatsapp
Sabia que o Diário do Distrito também já está no Telegram? Subscreva o canal.
Já viu os nossos novos vídeos/reportagens em parceria com a CNN no YouTube? Inscreva-se no nosso canal!
Siga-nos na nossa página no Facebook! Veja os diretos que realizamos no seu distrito