EconomiaPaís

Mercado de Coimbra reflete aumento dos preços dos bens alimentares

Os aumentos dos preços estão a gerar cada vez mais dificuldades, principalmente alimentares. Contudo, no mercado de Coimbra os comerciantes garantem que as subidas têm sido ligeiras.

Segundo a DECO, na última semana o bacalhau apontou a maior  subida, 15%.

Em fevereiro a variação homóloga (comparação do nível da variável entre o mês corrente e o mesmo mês do ano anterior) do preço dos bens alimentares ultrapassou os 20%.

Muitos portugueses dirigiam-se ao mercado à procura de preços mais apetecíveis e frescura e qualidade dos produtos, no entanto nos dias de hoje já se encontram preços competitivos comparando com as grandes superfícies.

Após semanas de subidas nos preços dos alimentos, bens essenciais, tanto comerciantes como clientes queixam-se do mesmo e esperam que pelo menos os aumentos possam estabilizar.


ÚLTIMA HORA! O seu Diário do Distrito acabou de chegar com um canal no whatsapp
Sabia que o Diário do Distrito também já está no Telegram? Subscreva o canal.
Já viu os nossos novos vídeos/reportagens em parceria com a CNN no YouTube? Inscreva-se no nosso canal!
Siga-nos na nossa página no Facebook! Veja os diretos que realizamos no seu distrito