Atualidade

Medusa de grandes dimensões nas praias do Algarve. IPMA alerta: “Não deve ser tocada”

Saiba o que fazer se a vir ou se lhe tocar.

O Instituto Português do Mar e Atmosfera (IPMA) alerta em comunicado que a espécie Rhizostoma Luteum, conhecida como medusa-tambor, “tem sido avistada em abundâncias consideráveis em muitas praias do Algarve”, sendo que na última semana de Junho foram sinalizados mais de 120 avistamentos da espécie.

O aparecimento desta espécie é comum na costa portuguesa, especialmente no Algarve, durante o Verão e o Outono, sendo estas ocorrências “cíclicas naturais, associadas ao período da sua reprodução”, explica o IPMA, que considera ainda que o aumento destas ocorrências deve estar relacionado com “correntes e ventos que favorecem o transporte dos organismos até às praias”.

“Trata-se de uma medusa de grandes dimensões, cuja campânula pode chegar aos 60 centímetros de diâmetro. É caracterizada pelos seus braços orais curtos e folhosos, com longos apêndices de coloração escura nas extremidades”, indica o IPMA.

Dado que a medusa-tambor é considerada ligeiramente urticante, o IPMA avisa que, em caso de contacto directo com a pele, devem ser aplicadas compressas de gelo durante cerca de 15 minutos, após lavar e limpar a zona afectada com água do mar.

O IPMA recomenda também que seja sinalizada a presença das medusas e a comunicação da sua localização aos nadadores-salvadores.


ÚLTIMA HORA! O seu Diário do Distrito acabou de chegar com um canal no whatsapp
Sabia que o Diário do Distrito também já está no Telegram? Subscreva o canal.
Já viu os nossos novos vídeos/reportagens em parceria com a CNN no YouTube? Inscreva-se no nosso canal!
Siga-nos na nossa página no Facebook! Veja os diretos que realizamos no seu distrito

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *