Distrito de Viana do Castelo

Homem que matou ex-companheira condenado a 19 anos e 2 meses de prisão

O Tribunal Judicial de Viana do Castelo condenou esta quarta-feira a uma pena de prisão de 19 anos e dois meses um homem que confessou ter matado a ex-companheira em Arcos de Valdevez, distrito de Viana do Castelo.

Sobre o homem recaíam as acusações de crime de homicídio qualificado e detenção de arma proibida.

O homicídio ocorreu a 11 de Março de 2022, na residência da mulher, de 53 anos, na freguesia de Jolda, concelho de Arcos de Valdevez. A vítima foi “esfaqueada e estrangulada”, tendo sido “o agressor a ligar para o 112, dizendo que tinha matado a mulher”.

Durante a leitura do acórdão, a juíza que presidiu ao colectivo que em Dezembro começou a julgar o homem, à data dos factos com 38 anos, condenou ainda o arguido ao pagamento de 150 mil euros de indemnização cível aos três filhos da vítima.

Dirigindo-se ao réu, que assistiu à leitura do acórdão por videoconferência, a juíza disse-lhe que vai ter “muitos anos para reflectir no que fez”, acrescentando: “Não se faz isto por amor, mas sim por egoísmo”.


ÚLTIMA HORA! O seu Diário do Distrito acabou de chegar com um canal no whatsapp
Sabia que o Diário do Distrito também já está no Telegram? Subscreva o canal.
Já viu os nossos novos vídeos/reportagens em parceria com a CNN no YouTube? Inscreva-se no nosso canal!
Siga-nos na nossa página no Facebook! Veja os diretos que realizamos no seu distrito