País
Em Destaque

Governo escolhe novo diretor para a PSP após demissão de José Barros Correia

O Governo tomou a decisão de afastar José Barros Correia do cargo de diretor nacional da Polícia de Segurança Pública (PSP), que ocupava desde setembro do ano passado.

Segundo fonte próxima da Direção Nacional da PSP, o diretor nacional, Barros Correia, teria demonstrado a vontade de propor renúncia ao cargo durante a tomada de posse do novo Governo.

O superintendente chefe foi convocado ao Ministério da Administração Interna (MAI) para receber a notícia da sua demissão.

Em resposta aos acontecimentos, a Ministra da Administração Interna, Margarida Blasco, nomeou o Superintendente Luís Miguel Ribeiro Carrilho como o novo Diretor Nacional da PSP. Carrilho tem estado a comandar a Unidade Especial de Polícia da PSP desde 26 de outubro de 2023.

Num comunicado oficial, o MAI justificou a decisão de nomeação como parte de uma reestruturação operacional da PSP, tanto a nível nacional como na sua representação institucional e internacional.

Nas redes sociais, está a ser convocada uma manifestação para esta terça-feira em frente à Assembleia da República, exigindo que o MAI esclareça os motivos por trás da exoneração de José Barros Correia.


ÚLTIMA HORA! O seu Diário do Distrito acabou de chegar com um canal no whatsapp
Sabia que o Diário do Distrito também já está no Telegram? Subscreva o canal.
Já viu os nossos novos vídeos/reportagens em parceria com a CNN no YouTube? Inscreva-se no nosso canal!
Siga-nos na nossa página no Facebook! Veja os diretos que realizamos no seu distrito