BarreiroDestaque

Governo AD recupera projecto da terceira travessia do Tejo entre Barreiro-Chelas

O primeiro-ministro, Luís Montenegro, anunciou há momentos que foi aprovado no Conselho de Ministros a resolução para o projeto da Alta Velocidade entre Lisboa e Madrid, onde se inclui a Terceira Travessia do Tejo.

Esta nova linha permitirá também uma ligação ao futuro aeroporto no Campo de Tiro de Alcochete e viajar entre as duas capitais ibéricas em apenas três horas.

Neste Conselho de Ministros, o Governo aprovou a realização dos estudos para avançar com a Terceira Travessia do Tejo (TTT), entre Chelas e o Barreiro, peça central da ligação em alta velocidade até Madrid.

Foi aprovada uma autorização de despesa de quatro milhões de euros para estudos que ficarão a cargo da Estradas de Portugal, para avaliar a opção entre a ponte ser apenas ferroviária ou rodoferroviária, e neste caso, servir as linhas actuais e a linha de alta velocidade.

A TTT tem atualmente um custo estimado de 2,2 mil milhões de euros e será construída e explorada em modelo de Parceria Público-Privada (PPP).

A atual concessão da Lusaponte, empresa detida em 41% pela Vinci, também dona da ANA, que gere o aeroporto Humberto Delgado, para as pontes 25 de Abril e Vasco da Gama, termina em março de 2030, e o Governo está a preparar a definição de um novo modelo de concessão e gestão para as três pontes.


ÚLTIMA HORA! O seu Diário do Distrito acabou de chegar com um canal no whatsapp
Sabia que o Diário do Distrito também já está no Telegram? Subscreva o canal.
Já viu os nossos novos vídeos/reportagens em parceria com a CNN no YouTube? Inscreva-se no nosso canal!
Siga-nos na nossa página no Facebook! Veja os diretos que realizamos no seu distrito