País

GNR critica militares que aparecem fardados no Tinder

Pelo menos dois militares da GNR surgem fardados na aplicação de encontros Tinder. A situação levou a força militar a publicar um relatório de informações relacionando o código de conduta e a utilização das redes sociais.

A GNR defende que “a divulgação deste tipo de imagens ou vídeos nas redes sociais colidem com os deveres dos militares da Guarda e com a deontologia do serviço policial, colocando em causa a imagem institucional”.

As publicações devem ser restritas e evitadas, por poderem ainda ser “descontextualizadas” ou usadas de “forma maliciosa”. A GNR alerta também para o facto de haver militares que, nas suas redes sociais, “publicam fotografias do interior dos aquartelamentos, do seu armamento e equipamento, e dos momentos em que se encontram no período efectivo de serviço. Tal configura uma falha de segurança que permite o reconhecimento hostil das instalações militares e um conhecimento aprofundado acerca do material utilizado pela Guarda”.

Ainda segundo a Guarda, essas publicações são “uma ameaça à segurança dos militares e das suas famílias”, por permitirem “aos elementos hostis à Guarda controlarem as rotinas dos militares e das suas famílias, permitindo-lhes, assim, escolher o melhor momento para colocar em perigo os militares e assuas famílias”.


ÚLTIMA HORA! O seu Diário do Distrito acabou de chegar com um canal no whatsapp
Sabia que o Diário do Distrito também já está no Telegram? Subscreva o canal.
Já viu os nossos novos vídeos/reportagens em parceria com a CNN no YouTube? Inscreva-se no nosso canal!
Siga-nos na nossa página no Facebook! Veja os diretos que realizamos no seu distrito