Política

Fundador e ex-vice-presidente do Chega expulso do partido por criticar André Ventura

O fundador e ex-vice-presidente do Chega José Dias foi expulso do partido devido a publicações nas redes sociais nas quais critica a direcção liderada por André Ventura. O agora ex-militante diz estar a ser silenciado por ter uma opinião diferente.

O Conselho de Jurisdição Nacional do Chega justifica ainda a decisão com entrevistas em que José Dias afirmou que “o partido não pode ser só André Ventura e seus amigos” e que “a direcção é figura de corpo presente” porque é Ventura “quem decide tudo”.

O militante número 14 do partido já tinha sido suspenso em Agosto de 2022, poucos dias após ter criticado, no Facebook, o lugar escolhido para a rentrée do Chega. “André Ventura – o líder dos grandes pavilhões populares, dos restaurantes cheios e das tiradas inflamadas que o povo gosta de ouvir – aburguesou-se? Agora prefere os espaços alcatifados, espelhados e bem fechados, cheios de guarda-costas, com uma audiência reduzida a cerca de 300 fregueses e compadres a pagarem 30 euros por cabeça?”, escreveu José Dias na altura.

Entretanto, José Dias, que foi candidato do Chega à autarquia da Amadora, afirmou em declarações ao Expresso que a expulsão se trata de uma “aberração jurídica” e que “nem no tempo de Marcello Caetano” se punia alguém “por artigos de opinião”, acreditando ainda que o timing da sua expulsão não foi uma coincidência e que esta foi decidida agora para evitar a sua presença na V Convenção Nacional do Chega, que se vai realizar entre os dias 27 e 29 de Janeiro em Santarém.


ÚLTIMA HORA! O seu Diário do Distrito acabou de chegar com um canal no whatsapp
Sabia que o Diário do Distrito também já está no Telegram? Subscreva o canal.
Já viu os nossos novos vídeos/reportagens em parceria com a CNN no YouTube? Inscreva-se no nosso canal!
Siga-nos na nossa página no Facebook! Veja os diretos que realizamos no seu distrito