País
Em Destaque

Depressão Irene não atingirá o território nacional

Portugal, continente e o arquipélago da Madeira não serão afetados pela depressão, mas sim por um sistema frontal que está associado a essa depressão.

Em comunicado, o Instituto Português do Mar e da Atmosfera (IPMA) avança que o Serviço Meteorológico Francês, atribuiu o nome IRENE à depressão que estará perto daquele país.

Segundo o IPMA, o território nacional e o arquipélago da Madeira não vão ser diretamente afetados pela depressão, sendo, sim, afetados por um sistema frontal associação à mesma que irá condicionar o estado do tempo para esses territórios.

A partir do final do dia 16, o continente espera precipitação persistente, podendo ser forte e será acompanhada de trovoada até ao fim do dia 17 de janeiro, em especial nas regiões Norte e Centro do país.

O vento poderá intensificar a partir da manhã do dia 16, soprando por vezes forte no litoral, com rajadas que podem chegar aos 75 km/hora, nas terras altas, os ventos podem chegar aos 85 km/hora.

Já na orla marítima, está prevista alguma agitação nos dias 17 e 18 com ondas de sudoeste com 4 a 5 metros. Na Madeira são esperados períodos de chuva ou aguaceiros, por vezes fortes. O vento pode soprar com rajadas entre os 85 e os 100 km/h. São esperadas ondas entre os 4 r 5 metros nos dias 16 e 17.

De fora ficam os Açores que não vão ser afetados com a depressão IRENE.


ÚLTIMA HORA! O seu Diário do Distrito acabou de chegar com um canal no whatsapp
Sabia que o Diário do Distrito também já está no Telegram? Subscreva o canal.
Já viu os nossos novos vídeos/reportagens em parceria com a CNN no YouTube? Inscreva-se no nosso canal!
Siga-nos na nossa página no Facebook! Veja os diretos que realizamos no seu distrito