Atualidade

Críticas severas à Igreja Católica numa manifestação em plena Jornada Mundial da Juventude

Dia 4 de Agosto, pelas 19h00, na praça do Martim Moniz, em Lisboa.

A Jornada Mundial da Juventude (JMJ) tem estado no centro das notícias por todos e quaisquer motivos. Entretanto, um grupo de cidadãos agendou para sexta-feira, 4 de Agosto, pelas 19h00, na praça do Martim Moniz, em Lisboa, uma manifestação – “Sem Papas na Língua” – que se apresenta contra a realização da JMJ e contra a Igreja Católica.

Os elevados gastos públicos, por parte do Estado central ou pelas autarquias, têm sido o principal alvo das críticas dirigidas ao evento. Mas não é tudo.

Os abusos sexuais perpetrados por membros da Igreja Católica ao longo de séculos, as posições conservadoras no que toca à sexualidade e até o facto de terem sido contratados reclusos para a construção dos confessionários que vão estar em Belém também fazem parte do coro de críticas, amplamente difundidas através das redes sociais nos últimos dias.

A organização da manifestação “Sem Papas na Língua” já explicou, aos microfones da CNN Portugal, que se trata de “um grupo de pessoas e colectivos autónomos, onde as decisões são tomadas em colectivo”, remetendo mais esclarecimentos para as várias publicações nas redes sociais.

“Apesar do esforço de todos os espaços – políticos e mediáticos – para criar um discurso único sobre a recepção da Jornada Mundial da Juventude – como se fosse meramente uma celebração religiosa. Não esquecemos que o objectivo deste evento é político, e que é através da ocupação do espaço público que a igreja continua a reafirmar o seu domínio”, dizem os organizadores no seu manifesto que pode ser consultado no respectivo perfil no Instagram.


ÚLTIMA HORA! O seu Diário do Distrito acabou de chegar com um canal no whatsapp
Sabia que o Diário do Distrito também já está no Telegram? Subscreva o canal.
Já viu os nossos novos vídeos/reportagens em parceria com a CNN no YouTube? Inscreva-se no nosso canal!
Siga-nos na nossa página no Facebook! Veja os diretos que realizamos no seu distrito