AtualidadeCulturaDistrito de Coimbra

Coimbra | Exposição ‘O Rosto de Camões’ assinala 500 anos do nascimento do poeta

Para assinalar as comemorações dos 500 anos do nascimento de Luís de Camões, a Casa da Cidadania da Língua de Coimbra apresenta a exposição «O Rosto de Camões», uma reflexão artística concebida pelo artista João Francisco Vilhena.

Trata-se de «Uma reflexão histórica: A conexão entre a imagem de Camões e a epopeia dos Lusíadas, celebrando a grandeza e a decadência de Portugal», com uma exposição de um ensaio fotográfico de dez retratos, inspirados no célebre retrato de Luís Vaz de Camões, pintado a sanguínea, da autoria do pintor Fernão Gomes, realizado entre 1573 e 1576.

Os modelos foram cinco homens e cinco mulheres de diferentes idades e origens dos territórios de língua portuguesa, figuras anónimas, simbolizando assim a diversidade e unidade da língua portuguesa.

Cada um dos modelos enverga os trajes típicos do século XVI, incluindo a emblemática gorgeira, emblemática gola que Camões exibe no retrato.

Segundo João Francisco Vilhena, «o rosto de Camões é um manifesto fotográfico onde todos os retratados de tons de pele, idades e sexos diferentes se unem pela gola branca camoniana e nos revelam a luz, bela e tranquila, dos seus rostos, numa unidade humanista e linguística».

Para José Manuel Diogo, presidente da Associação Portugal Brasil 200 Anos, «esta exposição é uma homenagem a Camões, cuja obra e legado continuam a unir povos e culturas através da língua portuguesa.

É um convite à reflexão sobre a nossa identidade coletiva e a riqueza da diversidade que ela encerra.»

Por sua vez, José Manuel Silva, presidente da Câmara de Coimbra, considera ser «um grande orgulho receber esta exposição na Casa da Cidadania da Língua, um espaço dedicado à celebração e promoção da língua portuguesa.

‘O Rosto de Camões’ é um tributo à nossa história e cultura, e uma celebração do futuro que construímos juntos.»

A Associação Portugal Brasil 200 Anos foi fundada com o propósito de fortalecer os laços culturais e históricos entre Portugal e Brasil, e tem tem sido uma plataforma para eventos significativos que destacam a herança compartilhada entre os dois países.

A inauguração da exposição terá lugar no dia 10 de junho, pelas 15h51.


ÚLTIMA HORA! O seu Diário do Distrito acabou de chegar com um canal no whatsapp
Sabia que o Diário do Distrito também já está no Telegram? Subscreva o canal.
Já viu os nossos novos vídeos/reportagens em parceria com a CNN no YouTube? Inscreva-se no nosso canal!
Siga-nos na nossa página no Facebook! Veja os diretos que realizamos no seu distrito

4 Comentários

  1. Ao que chegamos!!! Um Luis de Camões mulher e preta!! E não o terem colocado de labios vermelhos!!!

  2. É uma vergonha, esta agenda destruidora dos símbolos e heróis nacionais.
    Espero com grande entusiasmo, pelo dia em que está gente Marxista da revolução cultural, seja condenada ao pior dos sofrimentos.

  3. Sim porque o Camões era preto e mulher 🤣🤣

  4. Coloca essa porra direita, agora Camões é uma mulher negra seus filhos da puta