Opinião

Casamos?!

Há dias, em uma tertúlia de amigos debatia-se o sentido do casamento, civil e/ou religioso, nos dias de hoje. Rapidamente nos dividimos em duas fações: os que defendiam a falência da chamada “instituição casamento” e os que argumentavam a favor da mesma.

Mas afinal, porque casamos? Porque se quer prometer a alguém que o amor e a fidelidade serão para sempre? E o que significa esse para sempre?

Eu diria que alguns se casam por imperativos pessoais e familiares e também para usufruir de alguma vantagem legal, mas que a maioria ainda casará por algum tipo de fantasia e idealismo e também por acreditar no conceito de Amor romântico.

Diria que casar é um ato de fé. E a fé é uma crença inabalável em algo que não se vê e não se conhece na totalidade.

“Eu acredito que te vou amar para sempre e só a ti.” De uma forma pragmática, trata-se de uma promessa impossível. Nenhum de nós pode prever o futuro e a vida é mágica, um verdadeiro carrossel e acontece todos os dias.

O Amor romântico surge revestido de crenças e de fantasias, nomeadamente da existência de “almas gémeas; amor da vida e pessoa da vida”. A não concretização de uma felicidade plena, conduzirá a sentimentos de frustração.

A vida e mais de 20 anos como Psicoterapeuta tem-me ensinado que, felizmente, podemos viver mais do que um Amor e que o “Para Sempre” só nos serve quando nos acrescenta e anda de mãos dadas com o nosso Amor Próprio. Esse sim, o tal que cura tudo.

Defendo também que não há um dia para casar. Casar, no sentido da comunhão, da partilha e da construção, é um processo e acontece, tal como a vida e o amor, todos os dias. Desde que nos mantenhamos fiéis ao nosso Eu, pois só assim o Nós não nos encolherá!

Se um dia se começar a casar com alguém, não se esqueça: Faça-o em Infinita Liberdade! Seja uma Andorinha!


ÚLTIMA HORA! O seu Diário do Distrito acabou de chegar com um canal no whatsapp
Sabia que o Diário do Distrito também já está no Telegram? Subscreva o canal.
Já viu os nossos novos vídeos/reportagens em parceria com a CNN no YouTube? Inscreva-se no nosso canal!
Siga-nos na nossa página no Facebook! Veja os diretos que realizamos no seu distrito