Sociedade

Casal pede ajuda para não perder filhos

Dos quatro filhos, um tem uma deficiência e outros dois necessidades educativas específicas.

Carina e o marido têm até dia 31 de maio para arranjar fundos ou outra casa para morar, se não, correm o risco de “perder” filhos para instituições.

O casal tem quatro filhos, com 13, 8, 3 e 2 anos, tendo o mais novo uma deficiência e os dois do meio necessidades educativas específicas.

Escreve o Jornal de Notícias que a mãe de 46 anos criou uma campanha de angariação de fundo, para conseguir dinheiro para pagar o sinal, a caução e as rendas adiantadas exigidas pelas casas que encontra a preços mais acessíveis que, mesmo assim, são elevados para o casal.

“Infelizmente, devido à especulação imobiliária, as rendas encontram‐se em valores que estão muito além das nossas posses”. Revelou que até 31 de maio tem de entregar a chave à senhoria e que a última esperança recai sobre a angariação de fundos: “é a última solução, porque não aparecem casas com um valor que possamos pagar”.

Com o marido de baixa, a receber 70% do ordenado, a cuidadora informal de Castanheira do Ribatejo, Vila Franca de Xira, diz que a procura tem sido até por casas mais longe, na esperança de encontrar rendas mais acessíveis.

“Fomos ver uma casa em Samora Correia cuja renda era de 600 euros, mas estavam 60 pessoas em lista de espera, e uma delas disponibilizou-se a pagar um ano inteiro todo de uma vez”, disse. A última vista tinha uma renda no valor de 700 euros.

O único apoio tido até agora foi da Segurança Social, no valor de 400 euros, uma ajuda para pagar a água, luz e o gás.

“Se tiver de pagar uma renda de 750 euros vou ter de cortar na alimentação e nas terapias, para não ficar sem casa, nem perder os meus filhos”, lamentou Carina.

Até ao momento da publicação deste artigo, foram angariados 1069 euros dos três mil pedidos.


ÚLTIMA HORA! O seu Diário do Distrito acabou de chegar com um canal no whatsapp
Sabia que o Diário do Distrito também já está no Telegram? Subscreva o canal.
Já viu os nossos novos vídeos/reportagens em parceria com a CNN no YouTube? Inscreva-se no nosso canal!
Siga-nos na nossa página no Facebook! Veja os diretos que realizamos no seu distrito