Economia

Carga fiscal em Portugal atinge valor recorde

No ano passado, a carga fiscal em Portugal atingiu os 36,4% do Produto Interno Bruto (PIB), um valor recorde quando comparado com os 35,3% de 2021. Os dados foram divulgados esta quinta-feira pelo Instituto Nacional de Estatística (INE).

Em suma, o valor dos impostos em Portugal aumentou 14,9% em 2022, atingindo 87,1 mil milhões de euros, o que correspondeu a 36,4% do PIB (35,3% no ano anterior).

Segundo o INE, considerando 2021, o último ano com informação disponível para a União Europeia e excluindo os impostos recebidos pelas instituições da UE, Portugal continuou a apresentar uma carga fiscal (35,1%) inferior à média europeia (40,5%).

A receita com impostos directos aumentou 24,1%, “reflectindo sobretudo a evolução da receita do imposto sobre o rendimento das pessoas singulares (IRS), que cresceu 12,8%”. Por sua vez, as contribuições sociais efectivas “tiveram um crescimento de 10,2%, reflectindo, nomeadamente, o crescimento do emprego remunerado, as actualizações salariais e a subida do salário mínimo”.


ÚLTIMA HORA! O seu Diário do Distrito acabou de chegar com um canal no whatsapp
Sabia que o Diário do Distrito também já está no Telegram? Subscreva o canal.
Já viu os nossos novos vídeos/reportagens em parceria com a CNN no YouTube? Inscreva-se no nosso canal!
Siga-nos na nossa página no Facebook! Veja os diretos que realizamos no seu distrito