Destaque

Caos nas maternidades esgotam Alfredo da Costa

Os hospitais da região da grande Lisboa continuam a ter problemas nos serviços de urgência de obstetrícia e ginecologia, este fim de semana foi a vez do Centro Hospitalar de Setúbal encerrar o seu serviço e estar a encaminhar as utentes grávidas que chegavam àquele hospital para outras unidades que rapidamente ficaram esgotadas.

A solução foi encaminhar as utentes para os hospitais da capital, o que viria a não resultar, uma vez que a Maternidade Alfredo da Costa deixou de ter capacidade para receber mais mulheres que vinham encaminhadas pelos Centros de Orientação de Doentes Urgentes (CODU) do INEM, como avançou a RTP.

Segundo fonte próxima, não é a falta de pessoal que está a condicionar o serviço, mas sim a capacidade física para receber utentes que estão a ser encaminhadas para aquele serviço da Maternidade Alfredo da Costa, sendo este equipamento de saúde que está a receber as doentes urgentes de outros serviços que estão encerrados ou que estão a funcionar em contingência.

Os responsáveis da Alfredo da Costa esperavam que a partir das 09h00 deste domingo tudo normalizasse, mas o Diário do Distrito sabe que está um pouco complicado a normalização deste serviço.


ÚLTIMA HORA! O seu Diário do Distrito acabou de chegar com um canal no whatsapp
Sabia que o Diário do Distrito também já está no Telegram? Subscreva o canal.
Já viu os nossos novos vídeos/reportagens em parceria com a CNN no YouTube? Inscreva-se no nosso canal!
Siga-nos na nossa página no Facebook! Veja os diretos que realizamos no seu distrito