Distrito de LisboaSociedade

Câmara de Loures concede ‘vouchers’ até 2.500 euros às famílias afetadas pelas cheias

A Câmara Municipal de Loures vai conceder ‘vouchers’ de até 2500 euros às famílias do município afetadas pelas cheias que assolaram a cidade recentemente, assim como às empresas com prejuízos até 50 mil euros.

Ricardo Leão, presidente da Câmara de Loures, já tinha anunciado os apoios esta terça-feira, mas foi hoje que o executivo camarário aprovou o regulamento para o Apoio Municipal Excecional e de Emergência, que determina como serão distribuídas as ajudas.

Através de um comunicado, a autarquia declarou que vai atribuir os ‘vouchers’ de até 2500 euros às famílias, de forma a recuperar rapidamente o crescimento económico da região e ajudá-las a adquirir bens essenciais.

“O apoio financeiro destina-se aos agregados familiares referenciados e visa fazer face a despesas essenciais com a aquisição de bens de recheio da casa, nomeadamente, eletrodomésticos e mobiliário diverso”, lê-se no comunicado que refere que se as compras forem realizadas até 31 de dezembro de 2022, “poderão ser ressarcidos mediante solicitação ao município de Loures e entrega do respetivo comprovativo de despesa”.

De acordo com a Agência Lusa, a autarquia registou cerca de 150 famílias com danos significativos nas suas habitações.

Para as empresas, o apoio chegará no caso da sua atividade fiscal não ultrapassar os 500 mil euros de faturação.

“O montante a conceder será disponibilizado em função do valor total dos danos comprovados: até 5.000 euros, comparticipação de 70%; de 5.001 euros até 25.000 euros, comparticipação de 50%; de 25.001 euros até 35.000 euros, comparticipação de 40%; e de 35.001 euros até 50.000 euros, comparticipação de 30%”, refere o município.

A câmara de Loures informou ainda que a atribuição da ‘oferta’ irá vigorar até 30 de junho de 2023 ou “até a respetiva dotação se esgotar”.

Na cidade que pertence à Área Metropolitana de Lisboa, a Baixa de Loures, a Flamenga e Frielas foram as zonas mais afetadas pelas cheias entre 07 e 13 de dezembro, provocadas pela forte precipitação [incluindo o transbordo da ribeira de Odivelas] assim como as zonas nas imediações da EN8.

Foram registadas pela Proteção Civil mais de 7.950 ocorrências de mau tempo no território continental e 88 desalojados.


ÚLTIMA HORA! O seu Diário do Distrito acabou de chegar com um canal no whatsapp
Sabia que o Diário do Distrito também já está no Telegram? Subscreva o canal.
Já viu os nossos novos vídeos/reportagens em parceria com a CNN no YouTube? Inscreva-se no nosso canal!
Siga-nos na nossa página no Facebook! Veja os diretos que realizamos no seu distrito