Distrito de Setúbal

Bicicletas Bolt chegam a Setúbal acompanhadas por estações de carregamento

As bicicletas elétricas partilhadas da Bolt deram entrada na cidade de Setúbal, hoje dia 03, numa cerimónia de inauguração realizada no terminal rodoviário do município.

A grande adesão por parte dos setubalenses aos transportes elétricos da Bolt, nomeadamente as trotinetes, fez com que a Câmara Municipal de Setúbal alargasse o prazo de ação da empresa de mobilidade no concelho. Com um acordo de duração prevista de um ano a Bolt decidiu levar à cidade sadina as bicicletas elétricas partilhadas e as estações de carregamento.

Este novo meio de transporte funciona do mesmo modo que as trotinetes elétricas. Basta fazer login na aplicação da Bolt e associar um método de pagamento, em seguida é só ativar o veículo pela aplicação, desde que este esteja devidamente carregado.

Para a Vereadora da Mobilidade, Rita Carvalho, as nova bicicletas elétricas vieram trazer “um complemento aos modos de transporte atuais”, destacando o facto de este novo meio de deslocação ser para “utilizadores específicos com determinados percursos”. Rita Carvalho acrescenta que as bicicletas Bolt são “um passo para criar melhores condições para os ciclistas e não ciclistas”. Remata que o município “considera sempre que os equipamentos são para se valorizar e não serem degradados” por qualquer forma de vandalismo ou mau uso.

Junto com as Bicicletas elétricas também foi inaugurada a Bicibox, um cacifo gigante com capacidade de armazenar 12 bicicletas. Quem possuí um passe navegante poderá usufruir da Bicibox de maneira gratuita e assegurar, que enquanto está em viagem, a bicicleta estará protegida e segura. Ainda no mesmo espaço foi colocado um ponto de apoio, com ferramentas, de reparações para bicicletas.

O gestor de operações da micromobilidade da Bolt em Portugal, Mark Mollet, disse ao Diário do Distrito que é necessário “sensibilizar os utilizadores e a população, não só para a circulação segura, mas para o devido tratamento dos equipamentos da marca”. Mark acredita que “quanto mais tempo a Bolt  estiver presente na cidade, mais difundidas começarão a estar as regras de utilização de equipamentos na sociedade”.

Mark, a pensar no futuro da micromobilidade, diz que existem “muitos utilizadores” que não sabem como devem operar nos meios de transporte da Bolt, descreve que os utilizadores “não são peões”, por isso, “não devem andar no passeio nem infligir qualquer regra de trânsito”. Por fim revela ao Diário do Distrito que a Bolt planeia implementar um sistema similar à carta de condução, para que os utilizadores incidentes estejam apropriados para usar de modo adequado este serviço.

Os serviços da Bolt vêm a crescer a nível nacional e encontram-se sediados nos concelhos de Lisboa, Cascais, Setúbal, Coimbra, Braga e Guimarães, sendo que, para a próxima semana irão inaugurar as trotinetes elétricas em Alcácer do Sal.


ÚLTIMA HORA! O seu Diário do Distrito acabou de chegar com um canal no whatsapp
Sabia que o Diário do Distrito também já está no Telegram? Subscreva o canal.
Já viu os nossos novos vídeos/reportagens em parceria com a CNN no YouTube? Inscreva-se no nosso canal!
Siga-nos na nossa página no Facebook! Veja os diretos que realizamos no seu distrito