DestaquePaís
Em Destaque

Autoridades continuam a luta pelo pagamento de suplemento de missão

A luta dos homens e mulheres das forças de segurança vai continuar até que o Governo possa fazer mais alguma coisa em questão ao pagamento de suplemento de missão que está a ser pago às carreiras da PJ.

Nos últimos dias, homens e mulheres das forças de segurança, tem-se manifestado contra a falta de tratamento equivalente relativamente ao pagamento de um suplemento de missão que está a ser pago às carreiras da PJ.

A luta começou com um agente da PSP a manifestar-se em frente da Assembleia da República, em Lisboa, e logo a seguir, muitos camaradas da PSP, da GNR e da Guarda Prisional se juntaram à luta.

São várias as formas de lutas que tem sido feitas para demonstrar o seu descontentamento, o último foi no jogo deste domingo, no Estádio Municipal de Leiria, quando numa zona central da bancada, vários elementos das três forças de segurança, acompanhados por alguns familiares, em protesto e ao minuto 25 levantaram-se e começaram a entoar o hino nacional.

Estes protestos foram realizados de uma forma espontânea e não foram organizados por qualquer sindicato.

Após o cântico do hino, os manifestantes foram aplaudidos pelo público que assistia ao jogo União de Leiria – Santa Clara.

Quanto é as renumerações das Forças de Segurança e Militares

Numa breve análise às renumerações que as várias forças de segurança recebem conseguimos ver alguma discrepância entre elas.

A Polícia Judiciária neste momento é a força que ganha mais de renumeração.

Diretor Nacional – 6.646,28 €

Coordenador de Investigação Criminal – 3.131,63 €

Inspetor – 1.807,04 €

Já a PSP, as renumerações também elas variam, mas em nada tem a ver com as da PJ.

Superintendente-chefe – 3.668,48 €

Chefe principal – 1.807.04 €

Agente – 908,77 €

Na GNR o caso é igual, mesmo assim as renumerações divergem entre a PJ e PSP.

Tenente-General – 4.151,66 €

Sargento-chefe – 1.859,69 €

Guarda – 908,77 €

Nas Forças Armadas o caso é igual nas chefias mais baixas e soldado.

Almirante/General – 5.225,35 €

Sargento-chefe – 1.859,67 €

Soldado/Segundo-grumete – 769,20 €

Na Guarda Prisional as renumerações também não diferem da PSP e GNR.

Comissário prisional – 2.070,21 €

Chefe – 1.385,99 €

Guarda – 908,77 €

Atualmente a luta das várias forças de segurança passa pela discriminação que o Governo está a praticar entre a PJ e as restantes forças de segurança.

Vídeo


ÚLTIMA HORA! O seu Diário do Distrito acabou de chegar com um canal no whatsapp
Sabia que o Diário do Distrito também já está no Telegram? Subscreva o canal.
Já viu os nossos novos vídeos/reportagens em parceria com a CNN no YouTube? Inscreva-se no nosso canal!
Siga-nos na nossa página no Facebook! Veja os diretos que realizamos no seu distrito