Economia
Em Destaque

Autoeuropa propõe redução do pré-acordo laboral para dois anos

A administração da Autoeuropa sugeriu manter o pré-acordo laboral rejeitado, mas agora com validade de dois anos em vez de três.

A Comissão de Trabalhadores da Autoeuropa anunciou que a administração da fábrica propôs a continuação do pré-acordo laboral anteriormente recusado, agora com uma validade de dois anos em vez de três.

O documento apresentado pela administração inclui um aumento salarial de 6,8% em 2024, além de um aumento mínimo de 2,6% em 2025 ou 0,6% acima da inflação média do ano anterior. Além disso, prevê um prémio anual por objetivos que poderá chegar a mais de 2.500 euros por trabalhador, e um prémio único em 2025 equivalente a um mês de salário devido ao lançamento do novo modelo híbrido T-Roc.

A proposta será submetida a novo referendo nos dias 23 e 24 de abril.


ÚLTIMA HORA! O seu Diário do Distrito acabou de chegar com um canal no whatsapp
Sabia que o Diário do Distrito também já está no Telegram? Subscreva o canal.
Já viu os nossos novos vídeos/reportagens em parceria com a CNN no YouTube? Inscreva-se no nosso canal!
Siga-nos na nossa página no Facebook! Veja os diretos que realizamos no seu distrito