Distrito de Lisboa

Ativistas Climáticos bloqueiam as sedes dos partidos políticos em Lisboa

“Nenhum partido tem um plano adequado à realidade climática”.

Na manhã desta terça-feira, numa ação ousada, membros do grupo ativista “Fim ao Fóssil” bloquearam as entradas de diversas sedes de partidos políticos na capital portuguesa, numa manifestação que visava chamar a atenção para a necessidade de mudança e novas medidas para fazer frente á crise climática.

Os ativistas do movimento estudantil sentaram-se junto às portas de entrada das sedes de 6 partidos, impedindo a entrada e saída das pessoas do edifício, acusando os partidos de estarem a ignorar a crise climática. Segundo um comunicado do grupo, os ativistas traziam consigo “propostas de planos sobre como os partidos podem garantir perto do fim ao fóssil até 2030 e eletricidade 100% renovável e acessível até 2025” visando assegurar que este é último inverno de gás no país.

Os estudantes do movimento não bloquearam a sede do Chega, mas deixaram brinquedos para cães na porta do edifício, afirmando que o partido está a ser “exatamente aquilo que era esperado: ser os cães de guarda do sistema fóssil, saindo à rua para ladrar a quem se lhe opõe”.


ÚLTIMA HORA! O seu Diário do Distrito acabou de chegar com um canal no whatsapp
Sabia que o Diário do Distrito também já está no Telegram? Subscreva o canal.
Já viu os nossos novos vídeos/reportagens em parceria com a CNN no YouTube? Inscreva-se no nosso canal!
Siga-nos na nossa página no Facebook! Veja os diretos que realizamos no seu distrito

2 Comentários

  1. São familiares de muitos politicos são os filhos dos ricaços que querem ser os donos do nosso país para esta malandragem não á cadeia república das bananas