Atualidade

Área total da AML passa a ‘estado de contigência’

O ministro da Administração Interna, Eduardo Cabrita, informou que as 19 freguesias que estavam em estado de calamidade vão passar a estado de contingência, após a reunião com os cinco autarcas de Lisboa, Amadora, Sintra, Loures e Odivelas, passando assim toda a Área Metropolitana de Lisboa (AML) a ficar em estado de contingência.

Esta decisão foi tomada face à «evolução claramente positiva» nestes cinco municípios, comprovada com a diminuição de novos casos de Covid-19 e onde o RT (valor médio do risco de transmissão) é de 0,7 e 0,8, embora mantendo-se «uma vigilância muito ativa porque não podemos baixar a guarda entre as estruturas de ação central e estruturas municipais».

Eduardo Cabrita ressalvou que vão manter-se em vigor as restrições atuais na AML, o que significa que as lojas vão continuar a encerrar às 20h00, os supermercados às 22h00, tal como os restaurantes e a proibição de consumo de bebidas alcoólicas na via pública.

Quanto à realização de feiras e mercados, Eduardo Cabrita afirmou que vai depender da ‘autorização das autarquias’ após ser ouvida a Direção-Geral da Saúde (DGS).

O ministro da Administração Interna referiu ainda que o “Conselho de Ministros deverá decidir quanto tempo deverá demorar o nível de contingência”


ÚLTIMA HORA! O seu Diário do Distrito acabou de chegar com um canal no whatsapp
Sabia que o Diário do Distrito também já está no Telegram? Subscreva o canal.
Já viu os nossos novos vídeos/reportagens em parceria com a CNN no YouTube? Inscreva-se no nosso canal!
Siga-nos na nossa página no Facebook! Veja os diretos que realizamos no seu distrito