Atualidade

Agente da PSP subornado para adulterar multas de trânsito passadas a empresa

Ministério Público acusou o antigo agente da PSP por seis crimes de corrupção passiva e outros seis por falsificação agravados.

Um antigo agente da PSP está acusado pelo Ministério Público por corrupção e falsificação de documentos, alegadamente por receber dinheiro para adulterar multas de trânsito passadas a uma empresa.

O antigo agente da PSP, já reformado, terá recebido, segundo a SIC Notícias, dinheiro por seis vezes entre 2015 e 2019. Os subornos terão sido pagos pelo dono de uma empresa à qual chegavam multas de trânsito dos seus funcionários.

Segundo o Ministério Público, citado pela estação de Carnaxide, o agente preenchia destacáveis para identificar os condutores com dados e assinaturas de terceiros, entre os quais pessoas já falecidas ou emigrantes.

Assim, os verdadeiros condutores não eram punidos pelas infracções. No despacho, com data de 21 de Junho, o Ministério Público acusou o antigo agente da PSP por seis crimes de corrupção passiva e outros seis por falsificação agravados.


ÚLTIMA HORA! O seu Diário do Distrito acabou de chegar com um canal no whatsapp
Sabia que o Diário do Distrito também já está no Telegram? Subscreva o canal.
Já viu os nossos novos vídeos/reportagens em parceria com a CNN no YouTube? Inscreva-se no nosso canal!
Siga-nos na nossa página no Facebook! Veja os diretos que realizamos no seu distrito